Corinthians pode perder técnico e coordenador para a base da CBF

Jorge Nicola
Leitão (à esquerda) é coordenador da base do Corinthians e já tem proposta da CBF (Agência Corinthians)

Nove meses depois, o Corinthians volta a correr o risco de perder para a CBF de uma tacada só o técnico e o responsável pelo departamento de futebol. Osmar Loss, que ganhou tudo como treinador do sub-20 alvinegro, e Rodrigo Leitão, que coordena as categorias de base, se tornaram favoritos para assumir os cargos deixados na seleção por Rogério Micale e Erasmo Damiani, respectivamente.

Uma reunião nesta terça-feira entre representantes da CBF e do Corinthians pode selar a ida da dupla. Já houve até um pedido informal da entidade máxima do futebol pela liberação de Leitão.

E é aí que reside o maior risco à contratação dos corintianos: o presidente Roberto Andrade pode vetar a saída de ambos para evitar a repetição da tragédia de junho do ano passado, quando Tite e Edu Gaspar se mandaram para a CBF. Semanas depois, eles ainda levaram o preparador físico Fábio Mahseredjian, causando uma verdadeira guerra fria entre clube e CBF.

Loss já nem está mais à frente do time sub-20 corintiano – após o título da Copa São Paulo de juniores, em janeiro, ele foi promovido para auxiliar-técnico da equipe profissional. Porém, tanto ele quanto Leitão demonstraram animação com a possibilidade de passarem a trabalhar para a seleção brasileira de base. Leitão já é professor dos cursos de formação para técnicos realizados pela CBF.

Nas últimas semanas, depois de anos de rusgas, o ex-presidente corintiano Andrés Sanchez se aproximou de Marco Polo Del Nero, presidente da CBF. Os antigos desafetos têm se falado com bastante frequência, deixando para trás o período que antecedeu a eleição de Del Nero. Na oportunidade, Andrés chegou a se declarar candidato, mas recuou diante da falta de apoio das federações.

Para acessar outras notícias do Blog do Jorge Nicola, clique aqui: