Corinthians perde trunfo de 'defesa sólida' e tem pior sequência do ano

DIEGO SALGADO

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Corinthians vive um momento oposto àquele observado depois das vitórias sobre os rivais Palmeiras e Santos. A solidez defensiva alvinegra ficou para trás depois de o time alvinegro sofrer quatro gols nos últimos quatro jogos. Nesta quinta-feira (23), a equipe, mesmo com um jogador a mais, empatou com o Red Bull em Itaquera.

O mau desempenho defensivo fez o Corinthians ter a pior sequência na temporada, com três empates por 1 a 1 (contra Ponte Preta, Luverdense e Red Bull) e uma derrota para a Ferroviária no último domingo.

O técnico Fábio Carille não escondeu a preocupação com o atual momento corintiano. Ele, no entanto, disse que o time alvinegro pode se recuperar justamente na fase de mata-mata, que começa no fim de semana dos dias 1º e 2 de abril -o Corinthians já está classificado.

"Não me preocupa tanto o resultado, me preocupa o desempenho, desempenho faz o resultado. Demos uma caída no momento que podemos. Clássico no domingo, depois começa a fase decisiva do Campeonato Paulista, jogadores retornando para ficarmos com uma base muito forte", disse o treinador.

Os resultados ruins também passaram a acontecer por causa da queda do rendimento do ataque, que já era baixo e ficou ainda pior. A equipe foi às redes apenas três vezes nos últimos quatro jogos.

Nesta quinta-feira, Jadson, suspenso, não atuou, O meio-campista voltará a campo no clássico com o São Paulo no Morumbi. Carille indicou que o time sentiu a falta do camisa 77.

"Não se discute a qualidade do Jadson, experiência, valoriza a posse de bola. É um armador na sua essência. A ideia hoje [quinta] foi ter dois armadores, Pedrinho não é atacante, junto com Rodriguinho. É normal que a equipe sinta, mesmo assim no primeiro tempo conseguirmos chegar na área do adversário", afirmou.

O Corinthians terá ainda o retorno do zagueiro Balbuena, que se recupera de uma lesão muscular na coxa direita. Com ele e Pablo, o time jogará com a zaga titular -Pedro Henrique deixará a equipe. Romero e Fagner seguem fora por servirem suas seleções (Léo Jabá e Léo Príncipe, respectivamente, devem ser os substitutos).

"Vou ter que esperar. Tem Balbuena voltando, deve treinar amanhã [sexta] com bola mais uma vez. [Tem] Jadson para retornar. A partir de amanhã [sexta] a gente começa a esboçar para o jogo contra o São Paulo", frisou Carille.