Corinthians pega o Sport para esquecer derrota e seguir escalada rumo à Libertadores

LUCIANO TRINDADE
·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Goleado pelo Palmeiras por 4 a 0 na segunda-feira (18), pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians derrapou em sua escalada rumo à zona de classificação à Copa Libertadores. Ainda viu rivais diretos, como o Santos, vencerem no último fim de semana e abrirem vantagem. Nesta quinta-feira (21), os corintianos voltam a campo pelo Nacional, contra o Sport, às 21h, na Neo Química Arena, para provar que a dura derrota para o arquirrival foi um "acidente de percurso", como definiu o técnico Vagner Mancini, e buscar a reabilitação na competição para seguir na briga pela vaga. Diferentemente de clubes à sua frente, como Grêmio, Palmeiras e o próprio Santos, o Timão tem no Nacional o único caminho possível para voltar à Libertadores. Essa possibilidade reflete o bom momento que o time do Parque São Jorge vivia na competição até a péssima atuação contra o Palmeiras, no Allianz. Pesa a favor do Timão, porém, a série de jogos contra equipes posicionadas na parte de baixo da tabela. Depois do Sport, que briga contra o rebaixamento, a equipe alvinegra enfrenta, na sequência, Red Bull Bragantino, Bahia, Ceará e Athletico-PR, todos abaixo do próprio Corinthians. É o momento ideal para reagir. Sob o comando de Vagner Mancini, o Alvinegro chegou a ficar sete partidas sem perder no Brasileiro antes do Dérbi, com cinco vitórias e dois empates, que afastaram a equipe da luta contra o rebaixamento e deram novas ambições. Para o confronto com o Leão da Ilha, Mancini não poderá repetir a última formação que mandou a campo. O volante Gabriel, expulso no clássico, e o zagueiro Gil, que recebeu o terceiro amarelo, desfalcam a equipe. Xavier e Bruno Méndez devem entrar. Nomes que não foram bem, como Cantillo e Jô, também podem perder espaço. Já a equipe de Jair Ventura, que teve uma rápida passagem pelo Timão em 2018, vem de duas derrotas e contará com o retorno do meia Thiago Neves. CORINTHIANS Cássio; Fágner, Bruno Méndez, Jemerson e Fábio Santos; Cantillo (Xavier) e Ramiro; Gustavo Silva, Cazares e Mateus Vital (Xavier); Jô. Técnico: Vagner Mancini SPORT Luan Polli; Raul Prata, Adryelson, Iago Maidana e Sander; Ronaldo Henrique, Marcão Silva, Betinho; Thiago Neves; Patric e Dalberto. Técnico: Jair Ventura Estádio: Neo Química Arena, em São Paulo (SP) Horário: 21h desta quinta Árbitro: Anderson Daronco (RS e Fifa) Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS e Fifa) e Michael Stanislau (RS) VAR: Wagner Reway (PB)