Timão pede tempo para responder à oferta de R$ 10mi por Rodriguinho

Yahoo Esportes
<em>Rodriguinho estreou pela seleção contra a Colômbia, nesta quarta (Jorge Rodrigues/Gazeta Press)</em>
Rodriguinho estreou pela seleção contra a Colômbia, nesta quarta (Jorge Rodrigues/Gazeta Press)

 

O Corinthians desmarcou a reunião que definiria a contratação de Jadson na tarde desta quinta-feira por causa de um encontro às pressas com representantes do Fenerbahce. Os turcos estiveram acompanhados do empresário de Rodriguinho, Luís Paulo Santarelli, no CT do Parque Ecológico para apresentar uma proposta de aproximadamente R$ 10 milhões pelos 50% a que o Timão tem direito – parte desse valor será pago de acordo com produtividade.

“Vamos aguardar a resposta do Corinthians, que deve ser dada nesta noite ou até amanhã”, afirma Santarelli. A situação do Timão é delicada. Rodriguinho já conversou com o técnico Dick Advocaat, do Fenerbahce, e ficou encantado com a ideia de se transferir para a Turquia. O salário oferecido é muito superior ao que ele ganha no Brasil.

Para piorar, a renovação de contrato entre Rodriguinho e Corinthians, que havia sido combinada verbalmente no começo do ano, não foi sacramentada. Desta maneira, ele pode assinar um pré-contrato com qualquer interessado em quatro meses e sairia de graça no fim desta temporada.

Na reunião desta tarde, a diretoria alvinegra afirmou que Rodriguinho é imprescindível e que dificilmente encontraria um jogador com seu talento. “Não quero falar sobre valores, mas garanto que a oferta dos turcos é muito boa, levando em conta a realidade contratual do Rodriguinho”, avalia o empresário do meia.

Essa não é a primeira tentativa do Fenerbahce de contratar Rodriguinho. Na metade do ano passado, o Timão recebeu oferta de R$ 2,3 milhões por um empréstimo de 12 meses. Roberto Andrade não aceitou.

Demora inconveniente: A definição sobre a situação de Jadson ficou para esta sexta-feira devido à reunião por Rodriguinho. E a dificuldade para bater o martelo começa a irritar o estafe do meia, que aguarda desde segunda-feira por um encontro.

A conversa havia sido adiado na segunda e terça, porque o gerente de futebol Alessandro não conseguiu voltar dos Estados Unidos a tempo. Na quarta, ocorreu a final da Copa São Paulo de juniores. Nesta quinta, a reunião emergencial por Rodriguinho.

Enquanto o Corinthians demonstra pouco caso com Jadson, o Grêmio voltou a procurar seus representantes. E o técnico Renato Gaúcho tem feito esforço junto à diretoria gaúcha para contratar o meia, de 33 anos, que exige vínculo de três temporadas e salário na casa dos R$ 500 mil mensais.

Para acessar outras notícias do Blog do Jorge Nicola, clique aqui:

Leia também