Corinthians negocia volta de Paulinho há duas semanas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Paulinho jogou apenas quatro partidas na Arábia antes de rescindir com o Al Ahli (Divulgação)
Paulinho jogou apenas quatro partidas na Arábia antes de rescindir com o Al Ahli (Divulgação)

A notícia de que Paulinho rescindiu seu contrato com o Al Ahli pegou quase todo mundo de surpresa. Mas a cúpula do Corinthians já sabia há bastante tempo do interesse do volante em deixar a Arábia Saudita. E mais: negociava a possibilidade de seu retorno ao Parque São Jorge há pelo menos duas semanas.

"Ele deve vir sim para o Corinthians", afirma um importante dirigente alvinegro, citando que o impedimento de Paulinho em atuar no Brasil neste ano não vai atrapalhar o acordo. "O Paulinho pode fechar com a gente e ficar treinando para estar entrosado com os companheiros em 2022", acrescenta.

Leia também:

Esse dirigente está convencido de que Paulinho se sentiu mais seguro para abrir mão de seu salário superior a R$ 2 milhões por mês, livres de impostos, na Arábia Saudita, graças ao convite corintiano.

 A montagem de um time mais forte, com Renato Augusto, Giuliano, Roger Guedes e Willian, também joga a favor do retorno do ex-jogador da seleção brasileira. 

Só o departamento financeiro do Corinthians que deve estar preocupado com mais uma aquisição milionária, que vai aumentar a folha salarial, sem um correspondente crescimento nas receitas.

Paulinho deixou o Al Ahli depois de apenas quatro partidas. A falta de organização do clube e as condições oferecidas para sua família acabaram sendo decisivas para a opção, que irritou os dirigentes do clube.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos