Corinthians inicia sequência fora de casa na tentativa de ampliar liderança do Brasileirão

Timão venceu seu último duelo fora de casa no Brasileirão (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)


Três jogos em nove dias, sendo apenas um na Neo Química Arena. Essa é a sequência que o Corinthians irá fazer na próxima semana, com dois duelos pelo Brasileirão, e um na Libertadores.

> GALERIA - Jogos do Corinthians na Neo Química Arena com a volta do público

O primeiro deles é neste sábado, às 19h, no Beira-Rio, contra o Internacional, pela sexta rodada do Brasileirão.

Se por um lado o Timão é dominante em casa com Vítor Pereira, o mesmo não pode ser dito quando a equipe joga longe da Neo Química Arena.

São cinco derrotas, dois empates e apenas três vitórias longe de casa com o treinador português, com um aproveitamento de 26%. O elenco sabe que precisa melhorar o desempenho longe de seus domínios, e Fábio Santos contou que o técnico cobra essa melhora dos atletas.

- Jogar fora de casa é uma das coisas que o Vítor preza bastante da gente, cobra bastante, tentar manter o mesmo rendimento que temos dentro da Arena. Sabemos que é difícil, jogar do lado do nosso torcedor faz uma grande diferença, mas temos tentado achar esse equilíbrio, conquistar pontos importantes fora de casa. Uma equipe que quer títulos, seguir nas três competições, tem que achar esse equilíbrio, jogar bem dentro e fora de casa - disse o lateral.

O camisa 26 também fez uma análise do confronto contra o Internacional, que vem de dois jogos seguidos com empates, e ocupa o 9º lugar na tabela do Brasileirão.

- Se criou uma rivalidade muito grande nos últimos anos entre Inter e Corinthians. Sabemos que é um jogo duríssimo, jogar no Beira-Rio é sempre complicado. Queremos aproveitar o bom momento para nos mantermos na liderança - afirmou o atleta.

O Corinthians tem dois pontos de vantagem do vice-líder Santos, e quer aproveitar os tropeços dos postulantes ao título, Atlético-MG, Flamengo e Palmeiras, para seguir firme na ponta. Caso vença o Inter, será o segundo triunfo consecutivo fora de casa no campeonato.

> TABELA - Confira e simule os jogos do Corinthians no Brasileirão

- Dá para candidatar sim o Corinthians em uma briga por conquista. O elenco, camisa, grandeza do clube, pede isso. Campeonato de pontos corridos, o Corinthians na frente, sabemos que nas rodadas finais faz diferença. Uma equipe acostumada a brigar por títulos. Obviamente que é cedo, agora não muda tanto estar em 1 ou 6, porque a diferença é muito próxima dos jogos, mas queremos nos manter nas primeiras colocações, e na parte final do campeonato, ver o que realmente a gente vai brigar no campeonato - comentou Fábio Santos.

Após a partida em Porto Alegre, a delegação corintiana embarca direto para Buenos Aires, chegando no domingo (15). A situação no grupo é favorável aos brasileiros, e um empate contra o Boca Juniors deixaria uma das vagas no grupo praticamente garantida ao Timão.

Mas nada é simples quando o jogo é em La Bombonera, e o retrospecto do Corinthians jogando fora de casa nesta Libertadores não é positivo. O clube foi derrotado na altitude de La Paz contra o Always Ready-BOL, e empatou contra o Deportivo Cali na Colômbia.

- Classificar o quanto antes é o nosso objetivo, não deixar para a última rodada. Fazer um grande jogo na Argentina para voltar classificado. La Bombonera é um estádio conhecidíssimo, principalmente aqui na América. A gente fala, tem jogadores que sonham em jogar lá. É difícil contar ou passar experiência, tem que ser vivida. Os jovens estão ansiosos para viver esse momento, assim como eu de voltar lá. Só na terça-feira a gente vai matar essa ansiedade - concluiu Fábio Santos.

Após o duelo contra o Boca, o Timão volta a disputar uma partida na Neo Química Arena, mas a pressão será imensa, pois enfrenta o São Paulo no domingo (22), com a torcida pressionando pela primeira vitória em clássicos no ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos