No Corinthians, Gabriel ganha confiança para chutar de longe

Elogiado nos tempos de Palmeiras principalmente por sua disposição para marcar, o volante Gabriel começou a chamar a atenção no Corinthians também por uma virtude ofensiva. O jogador já marcou um gol com um chute de longa distância, na vitória por 2 a 0 sobre o Luverdense, e quase anotou outro dessa maneira no triunfo pelo mesmo placar diante da Universidad de Chile, na quarta-feira, quando acertou o travessão.

“Fico feliz. É claro que agora estou tendo mais oportunidades para fazer isso. O professor Carille me chama para exercitar os chutes depois dos treinos. Isso é importante para, quando o jogo chegar, eu ter confiança para arriscar”, comentou Gabriel.

O chute de fora da área do volante não balançou as redes diante de La U, mas iniciou a jogada do primeiro gol do Corinthians na partida. Após o goleiro chileno Johnny Herrera tocar na bola, que acertou o travessão, Guilherme Arana bateu cruzado e, na sobra, o meia Rodriguinho empurrou para dentro.

“Acertei um belo chute, mas o goleiro defendeu e a bola pegou no travessão em seguida. Graças a Deus, o Rodrigo fez o gol na sequência da jogada”, comemorou Gabriel, satisfeito com o resultado positivo. “Foi um jogo intenso, mais um neste mês de decisões.”

Já com 20 partidas acumuladas pelo Corinthians, Gabriel deixou para trás o passado no clube rival. “Desde os primeiros dias no Corinthians, eu me senti muito bem. Fui muito bem acolhido por torcida, comissão técnica, jogadores e diretoria, que acreditou no meu potencial. Vou procurar sempre me dedicar ao máximo para dar um retorno”, discursou o volante corintiano.