Corinthians foi amassado pelo Mirassol, mas venceu mais uma no Paulista

Alexandre Praetzel
·1 minuto de leitura
Cássio evitou o empate do Mirassol e foi o melhor em campo, em Volta Redonda. Foto: Marcello Zambrana/AGIF
Cássio evitou o empate do Mirassol e foi o melhor em campo, em Volta Redonda. Foto: Marcello Zambrana/AGIF

O Corinthians tem sido surpreendente no Campeonato Paulista, pela campanha e invencibilidade. O time bateu o Mirassol por 1 a 0 e chegou a 11 pontos em 15 disputados. Óbvio que os números são muito bons, mas as atuações acendem um sinal de alerta para competições de maior importância.

O jogo teve uma superioridade gigantesca do Mirassol, como há muito tempo não se via num confronto de um grande da capital contra uma equipe do interior. O Mirassol é bem arrumado e treinado por Eduardo Baptista e teve inúmeras chances para marcar, parando no goleiro Cássio, o melhor em campo com a defesa capital no pênalti cobrado por Fabrício, nos acréscimos. Se Cássio foi o destaque, Jemerson fez sua pior partida pelo Corinthians e facilitou bastante para os atacantes do Mirassol.

Leia também:

Para muitos, futebol é bola na rede e o Corinthians fez o gol, em jogada excelente de Fagner para um tapa de Mosquito no contrapé de Muralha. Jô estava impedido e atrapalhou Muralha no lance, validado mesmo com a chamada do VAR para o árbitro Vinícius Araújo.

Vagner Mancini tem admitido que o Corinthians pode e deve jogar mais, valorizando os resultados. O treinador sabe que é preciso melhorar, principalmente nas competições maiores, onde enfrentará adversários mais difíceis. A vinda de reforços depende de saídas de atletas e trocas com outros clubes. Com o elenco atual, Mancini sabe que a temporada será dura, mais uma vez.

O Paulistão pode ser a salvaguarda, novamente. Só que isso é pouco para o que o Corinthians representa. E o torcedor concorda com tudo, dentro de fora de campo.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola