Corinthians faz 3 a 1 sobre o Linense e volta a vencer após 20 dias

Após 20 dias, o Corinthians voltou a comemorar uma vitória. E jogando bem. Na noite desta quarta-feira, apesar de o técnico Fábio Carille ter poupado alguns titulares em Itaquera, a sua equipe foi envolvente e derrotou o Linense por 3 a 1 no último compromisso pela primeira fase do Campeonato Paulista.

O adversário nas quartas de final será o Botafogo-SP, que somou 17 pontos, na segunda colocação do grupo A. O líder Corinthians computou 24, consequência de suas sete vitórias, três empates e duas derrotas na etapa classificatória.

Mesmo com o bom retrospecto, o Corinthians não estava empolgando. Não ganhava uma partida desde 9 de março, quando fez 2 a 0 sobre o Luverdense. Depois, enfileirou empates por 1 a 1 com Ponte Preta, Luverdense, Red Bull Brasil e São Paulo, além de ter amargado uma derrota por 1 a 0 para a Ferroviária.

Também em função dos resultados recentes, o público desta noite esteve entre os piores do Corinthians em Itaquera – 12.159 pagantes. Quem foi ao estádio acabou recompensado com gols de Léo Jabá e Jadson no primeiro tempo e de Romero no segundo. Thiago Humberto descontou para o Linense.

O jogo – Diante de um público pequeno em Itaquera, o Corinthians apostou na velocidade dois garotos para fazer com que quem preferiu não ir ao estádio se arrependesse. Pedrinho, pela direita, e Léo Jabá, pela esquerda, eram as principais armas do técnico Fábio Carille diante do Linense.

Quando os novatos trocaram de lado, o Corinthians abriu o placar. Aos dez minutos, Guilherme Arana foi acionado por Jadson e acrescentou mais um bom cruzamento da esquerda ao currículo. Léo Jabá correu do lado direito da área e usou a cabeça para colocar a bola na rede.

Com a vantagem no marcador, o Corinthians teve tranquilidade para jogar ainda mais solto dentro de casa. Pelo Linense, a solução encontrada foi encurtar o caminho para o gol com conclusões de longa distância. O goleiro Caíque, substituto do poupado Cássio, no entanto, saiu-se bem quando Thiago Humberto e Thiago Santos lhe testaram.

Sem forçar tanto, contando com a marcação alta de Gabriel e Camacho, o Corinthians conseguiu complicar ainda mais a situação do time visitante. Aos 38 minutos, Jadson recebeu a bola de Léo Jabá e resolveu arriscar o chute colocado de fora da área. Anotou um belo gol.

No segundo tempo, talvez temendo que o Corinthians pudesse se acomodar com a vitória parcial, alguns torcedores não esperaram nem três minutos para pedir que Carille aumentasse o poderio ofensivo da equipe. “Romero! Romero! Romero!”, gritaram, em referência ao atacante que estava no banco de reservas e, um dia antes, integrara o time do Paraguai derrotado pela Seleção Brasileira por 3 a 0, também em Itaquera.

Carille não titubeou diante do coro. Aos nove minutos, Pedrinho, que mancava em campo, saiu aplaudido para a entrada de Romero. No Linense, o técnico Márcio Fernandes também não se contentou com a leve melhora da sua equipe e mexeu no ataque. Joãozinho e Giovanni substituíram Tatá e Thiago Santos.

Não mito tempo depois, quando o Corinthians voltava a ser mais incisivo, Léo Jabá também deixou o gramado, cedendo espaço a Marciel. E o terceiro gol saiu. Aos 21 minutos, Jadson fez bonita enfiada de bola para Romero avançar pelo lado direito da área e finalizar sobre o goleiro Edson Kolln. Na comemoração, o maior artilheiro de Itaquera, com 17 gols, agarrou uma bandeira paraguaia tradicionalmente pendurada no setor sul do estádio.

Em situação bastante confortável para o restante da partida, o Corinthians permitiu que o Linense descontasse. Aos 30, Giovanni ficou com a bola pela direita e cruzou rasteiro. Livre de marcação no meio da área, Thiago Humberto deu um carrinho para mandar a bola para dentro.

O gol do Linense não diminuiu a animação da torcida do Corinthians, que continuou a cantar, satisfeita, nas arquibancadas de Itaquera. Ninguém também se importou quando o habitualmente contestado Fellipe Bastos ocupou a vaga de Jadson, já nos minutos finais da primeira vitória corintiana em 20 dias.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 3 X 1 LINENSE

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)

Data: 29 de março de 2017, quarta-feira

Horário: 21h45 (de Brasília)

Árbitro: José Cláudio Rocha Filho (SP)

Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Alex Alexandrino (SP)

Público: 12.159 pagantes (total de 12.369)

Renda: R$ 471.297,90

Cartões amarelos: não houve

Gols: CORINTHIANS: Léo Jabá, aos 10, e Jadson, aos 38 minutos do primeiro tempo; Romero, aos 21 minutos do segundo tempo; LINENSE: Thiago Humberto, aos 30 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Caíque; Léo Príncipe, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Camacho, Pedrinho (Romero), Jadson (Fellipe Bastos) e Léo Jabá (Marciel); Jô

Técnico: Fábio Carille

LINENSE: Edson Kolln; Bruno Moura, Rodrigo Lobão, Samuel e Bruno Costa; Pio, Maycon, Diego Felipe (Murilo Rangel) e Thiago Humberto; Tatá (Joãozinho) e Thiago Santos (Giovanni)

Técnico: Márcio Fernandes