Corinthians empata na estreia de Willian e chega a 7 jogos invicto

·3 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Corinthians atingiu neste domingo (19) a sua maior série invicta deste Campeonato Brasileiro: sete jogos.

Na Neo Química Arena, em São Paulo, o time de Sylvinho empatou em 1 a 1 com o América-MG. O lateral Marlon abriu o placar para os visitantes e Giuliano empatou, tudo na primeira etapa.

A última derrota da equipe foi em 1º de agosto, contra o Flamengo. Assim, o time alvinegro superou a sequência de seis jogos sem perder, alcançada entre junho e julho deste ano.

Todos os holofotes da partida deste domingo estavam no camisa 10, Willian, que fez sua reestreia pelo Corinthians neste domingo.

O atacante foi revelado nas categorias de base da equipe alvinegra e fez 41 partidas pelo clube entre 2005 e 2007. A última havia sido contra o Botafogo, uma vitória por 3 a 2 no dia 15 de agosto daquele último ano.

Willian deixou o time do Parque São Jorge para o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, onde ficou cinco anos e meio e venceu cinco vezes o campeonato nacional.

Depois, passou pelo Anzhi, da Rússia, antes de ir para o Chelsea, em 2013, clube pelo qual atingiu o auge da sua carreira, vencendo duas vezes a Premier League (2015 e 2017).

Foi como jogador do clube inglês que Willian atuou nas Copas do Mundo de 2014, no Brasil, e de 2018, na Rússia, e também foi campeão com a seleção brasileira da Copa América de 2019.

Após uma curta passagem pelo rival Arsenal, o atacante chegou ao Corinthians como a cereja do bolo de uma série de contratações do clube.

Começou com Giuliano e Renato Augusto, depois foi anunciada a chegada de Róger Guedes e então a de Willian, que foi apresentado oficialmente na festa de 111 anos da instituição.

O atacante, que atuou 63 minutos na estreia, foi quem construiu a jogada do gol de empate da equipe alvinegra: arrancou do meio de campo, tabelou e cruzou para a área.

Após duas grandes defesas do goleiro Matheus Cavichioli, Giuliano marcou seu primeiro gol com a camisa do clube, em seu sétimo jogo.

Também foi o reencontro dos corintianos com o técnico Vagner Mancini. Ele treinou a equipe alvinegra em 45 jogos, até ser demitido em maio. Foram 20 vitórias, 13 empates e 12 derrotas.

O empate mantém o Corinthians na zona de classificação para a Copa Libertadores, mas por pouco.

Na sexta posição, a equipe chegou a 30 pontos, um a mais que o Internacional, sétimo colocado, mas que tem um jogo a menos no torneio.

O próximo compromisso do Corinthians é no sábado (25), às 19h (horário de Brasília): clássico contra o Palmeiras, em casa.

Já o América-MG terá pela frente o São Paulo, antes, na quarta-feira (22), às 20h30 no Morumbi.

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel; Willian (Renato Augusto), Gabriel Pereira (Gustavo Mosquito), Giuliano (Luan) e Róger Guedes; Jô. Técnico: Sylvinho

AMÉRICA-MG

Matheus Cavichioli; Patric, Anderson, Ricardo Silva e Marlon (Alan Ruschel); Lucas Kal (Zé Ricardo), Juninho e Alê; Mauro Zárate (Yan Sasse), Ademir e Ribamar (Rodolfo). Técnico: Vagner Mancini

Estádio: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)

Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)

Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade e José Reinaldo Nascimento Junior (ambos do DF)

VAR: Wagner Reway (PB)

Cartões amarelos: Gabriel (C)

Gols: Marlon, aos 6min, e Giuliano, aos 16min do 1º tempo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos