Corinthians empata e leva vantagem para o Itaquerão na Copa do Brasil

Corinthians empata e leva vantagem para o Itaquerão na Copa do Brasil

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em um jogo com muitas chances desperdiçadas, Internacional e Corinthians empataram por 1 a 1 nesta quarta-feira (12), no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela partida de ida da quarta fase da Copa do Brasil.

Com o resultado, o time de Fábio Carille jogará por um empate sem gols no jogo de volta marcado para o dia 19, no Itaquerão, para obter a vaga nas oitavas do torneio.

Apesar de poder contar com o apoio de sua torcida, o Corinthians não tem boas recordações de jogos no sistema mata-mata em sua arena.

Desde a inauguração do estádio em 2014, o clube foi eliminado por Guarani-PAR e Nacional-URU nas oitavas da Libertadores de 2015 e 2016, e diante do Santos, na Copa do Brasil de 2015.

Nestes jogos, porém, a equipe sempre chegou em desvantagem após o primeiro duelo. A única vez que teve uma vantagem mínima conseguiu a classificação. Em 2016, empatou a partida de ida diante do Fluminense por 1 a 1 e venceu a volta por 1 a 0, obtendo a classificação para as quartas de final do torneio nacional mata-mata.

O time tem eliminações em seu estádio para Palmeiras e Audax, pelo Paulista mas foram em jogos únicos.

No duelo desta quarta, Carille poupou Jadson e Jô. Eles foram substituídos por Marquinhos Gabriel e Clayton.

Com essa formação, Marquinhos Gabriel jogava aberto pela esquerda e Romero do lado direito. Quando o Internacional tinha a posse de bola, os dois jogadores recuavam para ajudar na marcação dos laterais adversários.

Depois dos 30 minutos, Carille mudou o lado dos atletas em virtude da força ofensiva do Internacional pelo setor direito do ataque.

O time de Porto Alegre criou mais oportunidades durante o jogo, mas as reais chances foram do Corinthians.

Marcelo Lomba fez três belas defesas, mas não evitou o gol de Romero, aos 7 minutos da etapa complementar. Quatro minutos depois, o Inter empatou com Rodrigo Dourado.

INTERNACIONAL

Marcelo Lomba; William, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Carlinhos; Rodrigo Dourado, Edenílson (Gutiérrez) e Uendel; D'Alessandro e Nico López (Valdívia); Brenner (Carlos). Técnico: Antonio Carlos Zago

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Pablo, Balbuena e Arana; Gabriel e Maycon (Camacho); Romero, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel (Giovanni Augusto) (Léo Jabá); Clayton. Técnico: Fábio Carille.

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Árbitro: Wagner Nascimento Magalhães (RJ)

Cartões amarelos: Cuesta e Carlinhos (Inter); Fagner, Maycon e Arana (Corinthians)

Gols: Romero (Corinthians), aos sete, e Rodrigo Dourado (Inter), aos 11 minutos do segundo tempo