Corinthians empata com o América-MG e está fora da Copa do Brasil

Alexandre Guariglia
·5 minuto de leitura
MG - Belo Horizonte - 04/11/2020 - COPA DO BRASIL 2020 AMERICA-MG  X CORINTHIANS - Ademir jogador do America-MG durante partida contra o Corinthians no estadio Independencia pelo campeonato Copa do Brasil 2020. Foto: Fernando Moreno/AGIF
MG - Belo Horizonte - 04/11/2020 - COPA DO BRASIL 2020 AMERICA-MG X CORINTHIANS - Ademir jogador do America-MG durante partida contra o Corinthians no estadio Independencia pelo campeonato Copa do Brasil 2020. Foto: Fernando Moreno/AGIF

Com um gol de pênalti de cada lado, América-MG e Corinthians empataram em 1 a 1, nesta quarta-feira, no Independência, pela partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Melhor para os mineiros, que venceram o primeiro jogo por 1 a 0 e garantiram classificação para as quartas de final da competição. Fagner e Rodolfo foram os autores dos tentos na eliminação dos paulistas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

O primeiro tempo começou truncado, sem muitas chances claras para abrir o placar. Nos primeiros minutos, após uma falha na saída de bola de cada lado, os times conseguiram finalizar pela primeira vez, mas sem perigo. Aos sete minutos, o Timão arrumou uma chance quando Piton chutou para frente, Vital ganhou da defesa e tocou para trás, mas Cazares não foi rápido para chutar.

Leia também:

Até os 20 minutos, foi um jogo muito mais brigado do que jogado, mas Juninho inaugurou os lances mais perigosos ao girar e finalizar dentro da área. Apesar de passar longe do gol, a jogada mostrou que havia espaço para o Coelho explorar a defesa corintiana. Cinco minutos depois, Juninho arriscou nova finalização, dessa vez de longe, que Cássio teve de se estivar para defender.

Além de uma vulnerabilidade no sistema defensivo, o Corinthians mostrava muita dificuldade para construir ataques, mesmo precisando vencer para se classificar. A falta de criatividade não era suficiente para superar a marcação do time mineiro. A situação ficou mais difícil ainda quando Cazares sentiu a coxa esquerda e precisou ser substituído. Everaldo entrou em seu lugar.

Enquanto isso, o América-MG ficava cada vez mais soltou no ataque. Primeiro com um cabeceio de Ademir, por cima do gol, após cobrança de falta, e depois em um belo contra-ataque em que o mesmo Ademir rolou para Geovane, livre de marcação e já dentro da área, mas o meia se enrolou e perdeu a bola.

Pouco depois, em novo contra-ataque, Diego Ferreira cruzou rasteiro para a área, Juninho quase chegou para completar, mas a bola passou por todo mundo e Ramiro afastou. E não parou por aí: Geovane arriscou chute de fora da área e obrigou Cássio a defender no cantinho. Como resposta, em um dos poucos lances do Corinthians no ataque, Xavier chutou de longe, mas para fora. Foi a última jogada do primeiro tempo, que terminou empatado em 0 a 0.

Na volta do intervalo, Mancini sacou Xavier e Éderson para as entradas de Gabriel e Cantillo. Enquanto Lisca tirou Vitão, que sentiu lesão, para colocar Rodolfo. O jogo ficou mais pilhado, enquanto o América-MG tentava ficar com a bola no campo de ataque para impedir o ímpeto corintiano, que passou a criar mais jogadas para buscar a abertura do placar na Arena Independência.

O primeiro bom lance veio com Mateus Vital, que tentou cruzar e a bola foi em direção ao gol, obrigando Cavichioli a espalmar para fora. Pouco depois, Fagner cruzou para área e Davó conseguiu cabecear para a meta, mas novamente o arqueiro mineiro defendeu. O tento alvinegro parecia amadurecer. Até que Davó invadiu a área e foi derrubado por Anderson Jesus. Com auxílio do VAR, p árbitro marcou pênalti, que Fagner converteu e colocou o Timão em vantagem.

A igualdade no placar agregado levaria a decisão para os pênaltis. Assim, dois minutos depois de ser vazado, aos 16, o América-MG tentou responder rapidamente, quando Rodolfo aproveitou rebote de cobrança de falta e chutou rasteiro, no canto esquerdo de Cássio, mas a bola seguiu para fora do gol.

Mas a partida permanecia tensa, e Everaldo errou um recuo que acabou virando um lançamento para o veloz Ademir, que ganhou disputa com Cássio, já fora do gol, e arriscou o chute com a meta aberta, mas Fagner salvou no meio do caminho. O mesmo Ademir marcou um gol em seguida, mas o atacante estava completamente impedido e o lance foi invalidado.

O ritmo do jogo passou a ficar mais "lá e cá", mas sem grandes chances criadas, apenas trocas de passes e desarmes de um lado e de outro. Isso segui até que houve um lançamento para área do Corinthians em direção a Ademir, mas antes de a bola chegar no atacante, Lucas Piton colocou a mão na bola, provocando pênalti para o Coelho. Rodolfo bateu forte e converteu a cobrança.

A igualdade nesse jogo de volta era o suficiente para que o América-MG garantisse a classificação para as quartas de final, o que fez o Corinthians ir para o ataque para buscar o segundo gol. Em um lance embolado na área, Gabriel tentou o cabeceio, mas Messias estava em cima da linha para evitar a bola na rede. No contra-ataque, o Coelho quase virou com Ademir, porém foi a vez de Cássio fazer outra defesa para salvar o Timão de mais um tento.

Apesar da luta para conseguir levar a decisão para os pênaltis, o Corinthians não conseguiu evitar a eliminação nas oitavas de final da Copa do Brasil e agora foca seus objetivos no Campeonato Brasileiro, competição na qual terá compromisso neste sábado, às 21h, contra o Atlético-GO, fora de casa. Enquanto o América-MG aguarda seu adversário nas quartas de final.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 1 X 1 CORINTHIANS
Local:
Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data-Hora: 4/11/2020 - 21h30
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (Fifa/RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Diego Ferreira (AME) Gil, Fagner, Everaldo e Xavier (COR)
Cartões vermelhos: -
Gols: Fagner (14'/2ºT) (0-1), Rodolfo (38'/2ºT) (1-1)

AMÉRICA-MG: Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Moisés, Anderson Jesus e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e Geovane (Alê, aos 30'/2ºT); Ademir (Daniel Borges, aos 44'/2ºT), Felipe Azevedo (Marcelo Toscano, aos 40'/2ºT) e Vitão (Rodolfo, no intervalo). Técnico: Lisca.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Marllon, Gil e Lucas Piton; Xavier (Gabriel, no intervalo), Ramiro (Luan, aos 40'/2ºT) e Éderson (Cantillo, no intervalo); Cazares (Everaldo, aos 33'/1ºT), Mateus Vital e Matheus Davó (Léo Natel, aos 30'/2ºT). Técnico: Vagner Mancini.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube