Corinthians decide rescindir com Danilo Avelar após caso de racismo

·1 minuto de leitura
SAO PAULO, BRAZIL - OCTOBER 07: Danilo Avelar of Corinthians celebrates after scoring the first goal of his team during the match against Santos as part of Brasileirao Series A 2020 at Neo Quimica Arena on October 07, 2020 in Sao Paulo, Brazil. (Photo by Alexandre Schneider/Getty Images)
Após caso de racismo, Avelar não jogará mais pelo Corinthians (Alexandre Schneider/Getty Images)

O Corinthians informou nesta quarta (23) que trata com Danilo Avelar e seus representantes sobre a rescisão do contrato do atleta, que admitiu ter proferido uma ofensa racista enquanto jogava uma partida de Counter-Strike: Global Offensive.

O jogador foi acusado de ter cometido racismo em um jogo online na noite da última terça (22). No chat do jogo, o corintiano, com o codinome D.A35, escreveu: “Fih de uma rapariga preta”. O zagueiro e lateral-esquerdo imediatamente foi recriminado por outras pessoas que jogavam com ele, e o caso ganhou repercussão nas redes sociais. Nesta quarta, o próprio jogador veio a público e admitiu que foi ele o responsável pelo ato.

Leia também:

“Errei, falhei e me envergonho muito disso. Na nossa sociedade temos que abolir qualquer forma de racismo. Gostaria de me desculpar com todos, sem exceção, mas sobretudo com a comunidade afrodescendente. De coração aberto, estou disposto a fazer desse erro um aprendizado honesto e integral”, escreveu.

Confira a nota publicada pelo Corinthians:

O Sport Club Corinthians Paulista informa que está em contato com o atleta Danilo Avelar e seus representantes a fim de discutir e formalizar as medidas cabíveis para o encerramento do vínculo.

O Corinthians reafirma que repudia toda e qualquer manifestação de conotação racista, coerentemente com sua história de defesa da igualdade e da democracia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos