Corinthians decepciona e apenas empata com o River Plate-PAR na Copa Sul-Americana

Alexandre Guariglia
·4 minuto de leitura
Brazil's Corinthians Guilherme Camacho (R) and Paraguay's River Plate Dionicio Perez jump for a header during their Copa Sudamericana football tournament group stage match at River Plate Stadium in Asuncion, on April 22, 2021. (Photo by NORBERTO DUARTE / POOL / AFP) (Photo by NORBERTO DUARTE/POOL/AFP via Getty Images)
Corinthians ficou no zero com o River Plate do Paraguai (NORBERTO DUARTE/POOL/AFP via Getty Images)

Superior dentro e fora de campo, o Corinthians decepcionou a sua torcida e não conseguiu sair do empate em 0 a 0 com o River Plate-PAR, nesta quinta-feira, pela primeira rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana. No duelo, em Assunção, no Paraguai, o Alvinegro dominou a posse de bola, porém não traduziu essa vantagem em gols, trazendo apenas um ponto para o Brasil.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Domínio corintiano, mas 0 a 0 não saiu do placar

A partida começou como era de se esperar, com o Timão dominando as ações ofensivas e jogando dentro do campo adversário, que se mostrou bastante limitado desde o início. Aos cinco minutos Luan teve a primeira chance, mas acabou chutando para fora, pouco depois, Xavier subiu para desviar cobrança de escanteio batida por Fagner, porém o goleiro Azcona buscou no canto.

Leia também:

Bruno Méndez, no entanto, cometeu sua primeira falha da noite e o River não soube aproveitar. Foi aí que Léo Natel respondeu chutando no cantinho e exigindo boa defesa de Azcona. Isso tudo antes dos 20 minutos de jogo. O Corinthians dominava o duelo, mas não conseguia levar tanto perigo. Com isso, os paraguaios foram crescendo no confronto e começaram a subir ao ataque.

Em um vacilo na marcação na frente da área corintiana, aos 37 minutos, o River Plate trocou passes com tranquilidade até Quiñonez chutar colocado, no cantinho de Cássio. A bola saiu, mas assustou o goleiro alvinegro. Em seguida, Bruno Méndez afastou mal de cabeça na frente do gol e a bola ficou nos pés de Pérez, que finalizou em cima do zagueiro uruguaio, que desviou para fora. Léo Natel ainda teve uma chance no fim, mas Azcona defendeu e evitou rebote.

Apesar da superioridade e do domínio, o Corinthians não conseguiu abrir o placar na primeira etapa e ainda deu espaço para o River ganhar força. Os brasileiros se mostraram lentos na transição e pouco criativos no ataque. Com a posse de bola e a diferença no nível de qualidade, poderia ter ido para o intervalo em vantagem, mas quem quase marcou foi a equipe da casa.

Mudanças, mas sem efeito e o 0 a 0 permaneceu

Na volta dos vestiários, Mancini sacou Xavier e colocou Cantillo para tentar mudar a dinâmica do meio-campo. Com 15 minutos de jogo, a opção pouco surtiu efeito. Otero e Léo finalizaram longe do gol, enquanto Fagner arriscou de fora da área e a bola bateu na rede exterior, no lance de maior perigo do Alvinegro nesse período do jogo. Pouco depois, Luan quase aproveitou um vacilo da zaga paraguaia, mas Azcona salvou em cima, evitando a finalização.

Ainda sem apresentar melhora, o Corinthians quase armou boa jogada quando Léo Natel lançou Jô dentro da área, mas o centroavante, apagado no jogo, foi travado. Poucos minutos depois, em um lance ensaiado, Fábio Santos recebeu na entrada da área, mas chutou por cima do gol. Sem ser ameaçado, o River desceu para o ataque em boa trama e Sosa acertou um belíssimo chute no travessão, assustando Cássio na melhor chance da segunda etapa até então.

Para a reta final da partida, Mancini colocou Cauê e Mosquito nos lugares de Jô e Otero. Não demorou muito para Mosquito e Fagner tabelarem e a bola sobrar para Luan chutar, mas com o desvio da zaga a bola passou muito perto do gol. Aos 48 minutos, quando nada parecia levar perigo, Vitinho arriscou um belo chute que exigiu grande defesa de Azcona, que garantiu o 0 a 0 no placar.

E agora?

Com o empate, Corinthians e River dividem a segunda posição no Grupo E da Copa Sul-Americana. Na próxima quinta-feira, o Alvinegro recebe o Peñarol-URU, líder da chave, na Neo Química Arena, às 19h15. Antes disso, porém, o Timão enfrenta o Santos, na Vila Belmiro, pelo Paulistão, neste domingo.

FICHA TÉCNICA
RIVER PLATE-PAR 0 X 0 CORINTHIANS

Local: Defensores Del Chaco, Assunção (PAR)
Data-Hora: 22/4/2021 - 21h30
Árbitro: Dário Herrera (ARG)
Assistentes: Julio Fernandez (ARG) e Facundo Rodríguez (ARG)
VAR: Amelio Andino (PAR)
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Molinas, González e Vera (RIV) Fábio Santos e Cantillo (COR)
Cartões vermelhos: -
Gols: -

RIVER PLATE-PAR: Azcona; Saldívar, Navarro, Giménez e Montiel; Molinas; González, Quiñónez, Vera (Sosa, aos 22'/2ºT) e Otazú (Godoy, aos 22'/2ºT); Pérez (Zeballos, aos 41'/2ºT). Técnico: Celso Ayala.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Xavier (Cantillo, no intervalo) e Camacho; Léo Natel (Gabriel Pereira, aos 42'/2ºT), Luan (Vitinho, aos 42'/2ºT) e Otero (Gustavo Mosquito, aos 31'/2º); Jô (Cauê, aos 31'/2ºT). Técnico: Vagner Mancini.