Corinthians chega em SP com banda americana e causa alvoroço

O elenco do Corinthians desembarcou no aeroporto de Congonhas na tarde desta sexta-feira, um dia após encaminhar sua classificação na Copa do Brasil ao derrotar o Luverdense por 2 a 0, na Arena Pantanal, e causou alvoroço no local ao aparecer no saguão ao mesmo tempo que uma banda de metal alternativo norte-americana. Com fãs uniformizados, muito mais até do que os corintianos, os americanos foram motivo de muita correria enquanto os atletas atendiam os torcedores.

Alheios à presença da delegação alvinegra, os aficionados pelo grupo The Pretty Reckless, que faz show nesta noite em São Paulo, mostraram até certo desapontamento quando souberam que o contingente de imprensa presente ao local não estava esperando as mesmas celebridades que eles. Enquanto funcionários e transeuntes se divertiam pedindo fotos para Jô e companhia, o grupo de cerca de 50 pessoas só mostrou emoção ao ver o quarteto passar pela porta de desembarque e se encaminhar rapidamente para uma van.

Divididos em dois grupos, os jogadores do Timão foram receptivos à maioria dos pedidos dos torcedores. A única pessoa que não teve sua súplica por uma foto realizada foi um homem de meia idade, que olhou para o garoto Léo Jabá e não titubeou ao fazer um pedido. “Kazim, tira uma foto?”, perguntou, recebendo um olhar de desaprovação do jovem. “Kazim é o c…”, rebateu Jabá, que pouco depois entrou no ônibus da delegação.

Dentre os que compuseram o segundo grupo do elenco, o mais festejado foi o gerente de futebol do clube, Alessandro, ainda colhendo os frutos das vitoriosas campanhas entre 2008 e 2013, quando foi capitão do time. Jô, primeiro a aparecer, também recebeu bastante atenção e teve de acelerar o passo para conseguir transpor uma última barreira de torcedores que queriam autógrafos.

De folga nesta sexta-feira, o grupo de atletas se reapresenta na manhã de sábado, no único trabalho do técnico Fábio Carille visando ao confronto contra a Ponte Preta, no domingo, às 16h (de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli. O treinador, que já deixou claro sua preferência por uma equipe recheada de reservas em Campinas, já sabe que não pdoerá contar com o volante Gabriel, suspenso por causa do terceiro cartão amarelo recebido contra o Santos.