Corinthians bate Alianza Lima, segue com campanha 100% e avança à semifinal da Libertadores Feminina

·3 min de leitura


Na luta para conquistar o seu terceiro título da Copa Libertadores Feminina, depois de ter ficado com a taça em 2017 e 2019, o Corinthians deu um novo passo em busca deste objetivo ao vencer o Alianza Lima, do Peru, por 3 a 1, em confronto realizado neste sábado à noite, no estádio Manuel Ferreira, em Assunção, onde se classificou à semifinal da competição continental.

TABELA
> Veja classificação e simulador da Libertadores Feminina-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Veja até quando vai o contrato de cada jogador do Corinthians

Com o triunfo deste sábado, o Alvinegro também manteve a sua campanha com 100% de aproveitamento no torneio, no qual avançou às quartas de final com três vitórias em três partidas, com 11 gols marcados e apenas um sofrido. Assim, agora contabiliza 14 bolas nas redes dos rivais e só duas tomadas.

Essa também foi a segunda vez que o Corinthians enfrentou um clube do Peru na Libertadores Feminina. No duelo anterior com um rival do país, a equipe brasileira arrasou o Universitário por 8 a 0, na edição passada da competição.

Na partida deste sábado, sem poder contar com a zagueira Erika, lesionada, mas reforçado pelo retorno da atacante Adriana, que havia cumprido suspensão, o Corinthians foi para cima do Alianza Lima e conseguiu abrir o placar com um "gol relâmpago", marcado já aos 30 segundos de jogo.

E foi justamente dos pés de Adriana, de volta ao time, que saiu o passe da direita que encontrou Tamires, que desviou de cabeça para balançar as redes adversárias. Pouco depois disso, porém, a equipe peruana surpreendeu as corintianas ao empatar o jogo aos 12 minutos em uma jogada de bola aérea.

As meninas do Timão, entretanto, não deixaram se abater com o gol sofrido e foram para cima das adversárias. E depois de muito pressionar na etapa inicial, o Alvinegro voltou a ficar à frente do placar aos 45 minutos em um lance de bola parada. Yasmin cobrou escanteio e Vic Albuquerque cabeceou para o gol.

O Corinthians retornou para o segundo tempo sem Poliana e Campiolo, que saíram para entradas de Andressinha e Juliete. E com essas duas novidades na sua formação, o time voltou a balançar as redes aos 10 minutos. Depois de uma bola chutada por Gabi Zanotti na entrada da área, Vic aproveitou a sobra após um bate rebate para finalizar e aumentar a vantagem alvinegra para 3 a 1.

Mesmo após marcar o terceiro gol, o Timão não se acomodou e seguiu com bom volume ofensivo, mas não conseguiu as novas oportunidades ofensivas que criou. E o técnico Arthur Lira também ampliou o fôlego da equipe em campo ao promover mais duas modificações aos 24 minutos. O treinador colocou Ingryd e Jheniffer nos respectivos lugares de Gabi Zanotti e Tamires.

Vic, em chute da entrada da área aos 28 minutos, e Jheniffer, que finalizou por cima após passe de Adriana, aos 34, quase marcaram o quarto gol do Corinthians. Logo em seguida, aos 35, Vic saiu para a entrada de Grazi.

Com essa vantagem confortável no placar, o Timão acabou sustentando com tranquilidade o placar de 3 a 1 para avançar à semifinal da Libertadores. O próximo rival do Alvinegro será o Nacional, do Uruguai, na próxima terça-feira, ainda em horário a ser confirmado pela Conmebol.

E será um reencontro do Timão com o adversário uruguaio, que na primeira fase desta Libertadores foi goleada pelas corintianas por 5 a 1. Na outra semifinal, Ferroviária e Santa Fé vão se enfrentar pela outra vaga na decisão.

No duelo deste sábado no Paraguai, o Corinthians foi a campo com a seguinte formação titular: Kemelli; Kati, Giovanna Campiolo, Poli e Yasmim; Diany, Gabi Zanotti, Tamires, Gabi Portilho; Adriana e Vic Albuquerque.










Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos