Corinthians afasta Cristian do elenco após críticas à diretoria

Jorge Nicola
Volante foi impedido de treinar com o elenco nesta manhã (Djalma Vassão/Gazeta Press)

A situação de Cristian no Corinthians, que já parecia ruim, se tornou ainda pior nesta quarta-feira. É que o volante foi afastado do elenco profissional por tempo indeterminado. Enquanto seus companheiros trabalhavam em um dos campos do CT do Parque Ecológico, pela manhã, ele realizou trabalhos físicos na academia.

Cristian revelou a amigos que foi afastado pela entrevista que deu ao jornal “Lance”, em que cobrou mais respeito da diretoria. Apesar do alto salário, de R$ 420 mil mensais, ele não está inscrito entre os 28 atletas do Paulistão e nem atuou em qualquer partida oficial no ano – os únicos 45 minutos em campo foram diante do Vasco, pela Florida Cup.

O Corinthians confirmou o afastamento ao Blog com a seguinte nota: “Após reunião entre o Diretor de Futebol Flávio Adauto e o Gerente de Futebol Alessandro Nunes ficou definido o afastamento do atleta Cristian Baroni. Durante tal período o volante terá todos os seus direitos respeitados e continuará tendo as mesmas condições de trabalho que o restante do elenco no Centro de Treinamento Joaquim Grava, passando a exercer suas atividades em horários a serem definidos pela Comissão Técnica”.

Não é a primeira vez que o volante demonstra chateação com a diretoria e com o agora técnico Fábio Carille. O jogador, de 33 anos, esperava ter sido avisado com antecedência que não fazia parte dos planos, para ter tempo de buscar outro clube.

O contrato de Cristian termina apenas em dezembro e ele tem mais de R$ 4,5 milhões a receber do Timão, incluindo 13º salário. O presidente Roberto Andrade já o liberou para procurar clubes, mas os interessados só querem levá-lo com ajuda no pagamento dos salários.

Para acessar outras notícias do Blog do Jorge Nicola, clique aqui: