Corinthians acerta ao adiar venda de Arana, que vai quebrar recorde no Brasil

Veja quem distribuiu mais passes e criou mais chances de gol nesse Brasileirão Série A, num oferecimento Opta

Guilherme Arana é um dos principais jogadores do Campeonato Brasileiro. Ele virou protagonista no líder Corinthians e por isso, é claro, entrou na mira de times europeus. Mas tudo indica que o lateral esquerdo não sairá do País agora e ainda renderá um valor recorde ao Timão futuramente. Ele provavelmente será o defensor mais caro negociado por um time brasileiro. 

Atualmente o recorde é do lateral direito Danilo, que custou 13 milhões de euros ao Porto, quando estava no Santos. Já Arana, segundo o site Uol, deve ser vendido por cerca de 20 milhões de euros. O Corinthians teria até recusado uma oferta de 15 milhões, do Zenit-RUS. 

Segurar a venda de Arana é uma escolha inteligente nesse momento, afinal o Corinthians precisa dele até o final do Campeonato Brasileiro para garantir o título. E é pouco provável que ele se desvalorize nos próximos cinco meses.

Quando resolver vendê-lo, o Corinthians tem outras referências para saber o quando pode pedir pelo jogador. Recentemente, por exemplo, o Monaco comprou Jorge, que também é um lateral esquerdo jovem que estava se destacando no Brasil. Pagou 8,5 milhões de euros. Jogadores com perfis parecidos custaram quase o mesmo, como Douglas Santos (7,5 milhões), Marcelo (6,5 milhões) e Alex Telles (6,1 milhões). Se Arana realmente sair por mais que o dobro disso, será um negócio excelente do Timão.

Até mesmo se o valor for comparado com preços de zagueiros, parece um bom negócio. Os brasileiros que saíram mais caros foram Breno (12 milhões), Alex (11,8 milhões) e Jemerson (11 milhões).

Impossível saber se Arana vai ser um jogador melhor ou pior do que esses citados acima. Mas dá para ter certeza que o Corinthians acerta ao valorizá-lo e ter cautela para vendê-lo.