Corinthians é pessimista sobre manter o meia Maycon em 2023

Maycon marcou dois em 23 jogos pelo Timão no seu retorno ao clube, em 2022 (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)


O Corinthians está pouco empolgado com a possibilidade de manter o meia Maycon para o ano que vem. A diretoria corintiana já abriu conversas com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, em busca da extensão do contrato de empréstimo, que tem duração até o fim deste ano, mas as sinalizações iniciais do clube europeu foram contrárias a isso.

+ Confira detalhes da terceira camisa e a nova linha do Corinthians em alusão ao Mundial do Japão

A ideia do Shakhtar é fazer dinheiro com o volante, que não tem o interesse em voltar para o território ucraniano enquanto a guerra do país europeu com a Rússia continua. O contrato dele com a equipe de Donestsk vai até dezembro de 2025.

O Timão não pensa em fazer um grande investimento para contratar o atleta em definitivo. Para a direção corintiana, o valor de mercado de Maycon é maior do que orçamento que o clube alvinegro possui, principalmente em uma posição onde o Corinthians tem um leque de opções e já fez um investimento recente com a contratação do argentino Fausto Vera, no último mês de julho, por 8 milhões de dólares (R$ 43,9 milhões, na cotação da época).

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

Enquanto isso, a ideia do Shakhtar é, pelo menos, reaver o valor que gastou na contratação de Maycon, em junho de 2018, quando embolsou 6,6 milhões de euros (R$ 28,6 mi, na cotação da época) para tirar o atleta do Timão. Segundo informações obtidas pelo LANCE!, o sonho dos ucranianos é receber uma proposta de 10 milhões de euros (R$ 50,1 milhões, na cotação atual) pelo meia, mas o clube que oferecer 8 milhões de euros (R$ 40 milhões, na cotação atual) já terá boas chances de contratar o jogador.

Nas últimas semanas, o técnico Vítor Pereira fez alguns apontamentos de posições que deveriam ser reforçadas no Timão e as principais são: a lateral-esquerda, a ponta direita e o centro do ataque. Esses setores serão os principais alvos de investimento do clube alvinegro na próxima janela de transferências.