Coragem! Japão invoca espírito samurai para confronto com Croácia

Yuto Nagatomo e companheiros da seleção japonesa durante treino na Copa do Mundo do Catar

Por Nick Mulvenney

DOHA (Reuters) - O Japão invocará o espírito do guerreiro samurai em seu confronto com a Croácia na segunda-feira, quando buscará apagar a lembrança amarga de sua eliminação na última Copa do Mundo e chegar às quartas de final pela primeira vez.

A derrota contra a Bélgica nas oitavas de final quatro anos atrás, quando os japoneses desperdiçaram uma vantagem de 2 x 0 e perderam com um gol nos acréscimos, ainda assombra o Japão, e o veterano lateral Yuto Nagatomo disse que a equipe está focada em buscar a redenção.

"Eu nunca esqueci aquele confronto contra a Bélgica. Às vezes as cenas da partida voltam de repente na minha cabeça, os últimos quatro anos têm sido muito difíceis", acrescentou o jogador, que está disputando sua quarta Copa do Mundo, em entrevista a repórteres neste domingo.

"Mas acho que crescemos tanto mentalmente quanto fisicamente e... até onde posso ver, esta equipe é a melhor e a mais forte que já competiu pelo Japão na Copa do Mundo", afirmou.

"Então, amanhã, pretendemos vencer a Croácia e desfrutar de uma nova situação, e estou ansioso para gritar 'Bravo!"

O ex-jogador da Inter de Milão disse que passou a gritar a palavra italiana "Coraggio!" em uníssono com jovens jogadores no início da campanha para enfatizar a importância de jogar corajosamente.

Nagatomo, que acredita que o Japão tem o time mais unido na Copa do Mundo, disse que também se baseou em referências culturais japonesas para motivar a equipe.

"Eu uso a analogia dos samurais, antes de irem para a batalha, eles aperfeiçoam suas armas e tentam melhorar suas técnicas", acrescentou.

"Mas se eles tiverem medo durante a batalha, não poderão usar suas armas e suas técnicas plenamente. É exatamente o mesmo com o futebol. Para que possamos maximizar todas as táticas que temos discutido e praticado nos últimos quatro anos, precisamos de coragem. Então, amanhã, eu gostaria muito de mostrar o quanto estamos lutando corajosamente", disse.

Nagatomo disse que vencer a Alemanha e a Espanha na fase de grupos deu uma enorme confiança à equipe japonesa, que busca vencer um confronto das oitavas de final pela primeira vez em quatro tentativas.