Copenhague quer adiar em um ano a largada da Volta da França de 2021

·1 minuto de leitura
(arquivo) O ciclista colombiano Egan Bernal celebra com uma taça de champanhe a liderança numa etapa da Volta da França, em 18 de julho de 2019

O prefeito de Copenhague está conversando com os organizadores da Volta da França para adiar em um ano a largada da tradicional prova de ciclismo de estrada, programada inicialmente para começar na capital da Dinamarca em sua edição de 2021.

"É cada vez mais provável que seja em 2022 ... e cada vez mais improvável em 2021", disse o prefeito Frank Jensen em uma entrevista à emissora de televisão dinamarquesa DR.

Devido ao adiamento das Olimpíadas de Tóquio e da Eurocopa 2020 para o próximo ano, a Volta da França 2021 será realizada junto dos dois grandes eventos esportivos.

No entanto, Copenhague também é uma das sedes da Eurocopa, que apresenta problemas logísticos para a cidade.

"Se acontecesse em 2021, seria muito difícil, seria ao mesmo tempo que a Eurocopa, na qual quatro jogos ocorrerão em Copenhague", destacou Jensen.

O prefeito reconheceu que o adiamento seria "um benefício" para a cidade, mas indicou que "sem sombra de dúvida que a Volta estará em Copenhague e na Dinamarca".

Além da largada em Copenhague, agendada para 2 de julho de 2021, com uma prova contra-relógio no centro da cidade, outras duas etapas dinamarquesas estão incluídas no programa da Volta da França 2021 nos dias 3 e 4 de julho.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos