Copa do Nordeste: em confronto movimentado, CSA e 4 de Julho ficam no empate no Rei Pelé

Futebol Latino
·3 minuto de leitura


Pela 7ª rodada da Copa do Nordeste, CSA e 4 de Julho entraram em campo no estádio Rei Pelé, em Maceió. E o duelo foi pra lá de movimentado. Com um gol marcado em cada tempo para os dois lados, o placar final ficou em 2 a 2.

Com o resultado, a equipe de Mozart chegou aos 10 pontos ficando na vice-liderança do Grupo B. Já o time comandado por Flávio de Araújo, por conta do empate entre ABC e Sampaio Corrêa, apenas cumprirá tabela em seu próximo compromisso já que com 6 pontos somados agora, não alcançará mais o time maranhense no Grupo A, que chegou aos 10.

INÍCIO DE JOGO EQUILIBRADO

Com o 4 de Julho precisando da vitória para seguir com chances de classificação, tratou logo de fazer um duelo igual desde o começo. Com isso, a equipe de Flávio Araújo passou a pressionar a saída de bola do CSA, conseguindo até oferecer perigo a Darley com Dudu Beberibe, ficando fácil para o goleiro fazer a defesa.

No entanto, o Azulão não quis saber de ficar para trás. No minuto seguinte, aos 11, foi a vez de Dellatorre testar Jaílson em um chute de fora da área, mas o camisa 31 apenas seguiu a bola que foi para fora.

GAVIÃO ABRE A CONTAGEM

Passado o momento de susto para os dois lados, quem finalmente conseguiu abrir o placar no Rei Pelé foi a equipe piauiense. E com um verdadeira golaço. Aos 17 minutos, Hiltinho ajeitou para Cinelton que, por sua vez, mandou a bola na gaveta do arqueiro rival. 1 a 0.

AZULÃO BUSCA O TENTO DE IGUALDADE AINDA NA ETAPA INICIAL

Bastou o gol sofrido para o 4 de Julho para a equipe de Mozart acordar no duelo. Sendo assim, até os acréscimos, foi pra cima do adversário conseguindo criar boas chances de finalização com Marco Túlio, além de Norberto, minutos depois, acertando a trave do camisa 1, e mais duas com Iury e Pimpão, dando trabalho ao arqueiro que, por sua vez, fez grandes defesas.

Até que aos 44 minutos, Jaílson não pode fazer nada. Após pênalti sofrido por Marco Túlio ao ser derrubado por Índio Potiguar, Dellatorre foi para a cobrança e balançou a rede. 1 a 1.

COMEÇO DE SEGUNDO TEMPO MOVIMENTADO

Com ambos os times voltando para a etapa final, os dois times optaram por mudanças em seus esquemas iniciais. Porém quem conseguiu marcar primeiro foi o CSA, com Marco Túlio, aos 3 minutos, pegando o rebote na jogada para marcar um bonito gol. 2 a 1.

No entanto, a alegria da equipe alagoano durou pouco. Aos 9, após Hiltinho encontrar Dudu Beberibe livre na área, o atacante não titubeou e igualou tudo novamente. 2 a 2.

MESMO COM NOVAS ALTERAÇÕES, RESULTADO PERMANECE IGUAL

Com o tempo passando, tanto Mozart, quanto Flávio, ainda buscavam soluções entre seus respectivos atletas reservas. Entretanto, mesmo dando ênfase ao setor ofensivo, poucas foras as chances criadas até os acréscimos, sendo as mais perigosas com Ítalo, além de Bruno Mota acertando o travessão, ambas para o Azulão, acabou dando a deixa para a arbitragem colocar um ponto final no duelo.

FICHA TÉCNICA
CSA x 4 DE JULHO - 7ª RODADA DA COPA DO NORDESTE
Estádio: Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data: 3 de abril de 2021, às 18h15 (de Brasília)
Árbitro: Leonílson Fernandes Trigueiro Filho (CBF-RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos (CBF-RN) e João Henrique Queiroz da Silva (CBF-RN)
Cartões amarelos: Geovane, Dellatorre (CSA) / Jaílson e Dudu Beberibe (JUL)
Cartões vermelhos: -

GOLS: Cinelton, 17'/1ºT (1-0); Dellatorre, 44'/1ºT (1-1); Marco Túlio, 3'/2ºT (2-1); Dudu Beberibe, 9'/2ºT (2-2).

CSA (Técnico: Mozart)
Darley; Norberto, Lucão, Rodolfo Filemon e Silas (Ítalo, aos 20'/2ºT); Geovane (Bruno Mota, aos 31'/2ºT), Gabriel e Marco Túlio (Aylon, aos 20'/2ºT); Rodrigo Pimpão (Vitor Costa, no intervalo), Iury (Silvinho, aos 20'/2ºT) e Dellatorre.

4 DE JULHO (Técnico: Flávio Araújo)
Jaílson; André, Marcelo, Gilmar Bahia e Chico Bala; Cinelton (Eduardo, aos 40'/2ºT), Edinaldo e Hiltinho (Esquerdinha, aos 33'/2ºT); Dudu Beberibe, Índio Potiguar (João Pedro, no intervalo) e Ted Love (Maycon Douglas, aos 40'/2ºT).​