Copa do Mundo: Vinicius Júnior analisa imagem de brasileiros no exterior e exalta Neymar


Destaque do Real Madrid na última temporada, Vinicius Júnior se credenciou como protagonista da Seleção Brasileira na Copa do Mundo. Em entrevista ao portal Reuters, o atacante projetou a competição, analisou a imagem de brasileiros na Europa e exaltou o ídolo Neymar.

Sobre o camisa 10, Vini é só elogios. Além de celebrar a excelente fase de Neymar antes da Copa do Mundo, o extremo do Real Madrid revelou que deseja tirar um pouco da pressão, para que o Brasil consiga os melhores resultados.

- Neymar passou por tanta coisa como jovem jogador, tendo que jogar tão jovem e com muita pressão. Então é ele que garante hoje que tudo fica mais fácil para a nova geração. É um sonho porque a gente cresceu idolatrando ele. É muito importante o que ele faz como líder - disse, antes de completar:

+ Tite faz mistério em último treino da Seleção Brasileira antes de embarcar para Doha

- E isso é bom para nós. É bom para o povo brasileiro que quer que vençamos." Gosto de aprender com os jogadores mais experientes como Karim (Benzema) e Neymar. Lidar com a pressão sempre foi fácil para mim, sendo uma estrela, como você diz. Eu sempre fui equilibrado - finalizou.

Vinícius Júnior - Real Madrid
Vinícius Júnior - Real Madrid

O atacante marcou o gol do título do Real Madrid na Champions League (Jorge Guerrero/AFP)

Vini também fez um balanço da geração anterior. Para o atacante, os mais antigos estão sendo injustiçados e que, no momento, aprende-se muito com as atitudes deles. No entanto, o jogador do Real Madrid frisou que é preciso entender o que é bom para a Seleção Brasileira.

- É triste ver como eles são criticados, é injusto porque eles deram tanto pelo nosso esporte. Precisamos comemorar suas conquistas, mas fazer a pergunta: o que temos que fazer certo? O que eles fizeram de errado? É importante para nós não cometermos os mesmos erros e continuar evoluindo e mudando nossa imagem - finalizou.

+ Brasil em segundo: veja as 10 seleções mais valiosas da Copa do Mundo

Vinicius deve ser titular na estreia do Brasil na Copa do Mundo, na próxima quinta-feira, diante da Sérvia. O duelo acontecerá às 16h (de Brasília), no Estádio Lusail. A delegação embarca para Doha neste sábado, pela manhã.

VEJA OUTROS PONTOS ABORDADOS NA ENTREVISTA

Ações com foco na educação e ajuda
- Ajuda jogar no Real Madrid e no Brasil. Porque posso aprender com todos esses grandes jogadores que ganharam tanto em suas carreiras. Acredito que preciso fazer mais. Vejo como atletas como Lewis Hamilton e LeBron James fazem o bem e quero fazer o mesmo, ajudar as pessoas de várias formas. A educação é importante porque nem todos podem se tornar jogadores. Muitos tentam, mas nem todos conseguem. Por isso, tento o meu melhor para ajudar as pessoas no Brasil a continuar melhorando e evoluindo como pessoa. Se eles se concentrarem com a orientação certa, podemos atrair mais pessoas para a universidade, mais médicos, mais professores... professores melhores.

Jogo sujo antes da Copa do Mundo
- Você pode vir forte, mas eles foram sujos nas divididas. Rodrygo e eu sofremos muito nesses últimos jogos e temíamos o pior, nos machucar e perder a Copa do Mundo. Quando você começa a se tornar um jogador importante, os rivais vêm atrás de você com mais força. Você tem que aprender a lidar com isso. Aprendi muito com o Neymar quando ele jogava no Barcelona, ​​ele sofria muito também. O Cristiano (Ronaldo), quando jogava no Real, sofria muito também. Mas foi o Karim (Benzema) quem me disse para ficar calmo e tranquilo porque se os rivais estão atrás de você é porque você é relevante, porque eles têm medo de você. Então é por isso que quando pego a bola e avanço, faço isso com força. Sim, posso me machucar. Mas estou preparado para o desafio. Os rivais podem esperar uma equipe forte e disposta a dar tudo para vencer tudo