Copa do Mundo: técnico da Coreia do Sul anuncia demissão após eliminação

Paulo Bento durante a partida diante do Brasil pela Copa do Mundo (Foto: EFE/EPA/Noushad Thekkayil)


O técnico português Paulo Bento, que comandou a seleção da Coreia do Sul na Copa do Mundo no Qatar, anunciou depois da derrota por 4 a 1 para o Brasil, pelas oitavas de final, que está deixando o cargo e que tinha tomado essa decisão em setembro.

À frente da seleção sul-coreana desde 2018, ele afirmou nesta segunda-feira, em entrevista coletiva após a partida, que já havia informado aos jogadores e à federação de futebol do país sobre a decisão.

+ Brasil chega à oitava Copa do Mundo seguida entre as oito melhores seleções

- Estou satisfeito com o trabalho nestes quatro anos. Agradeço-lhes pela confiança - declarou Bento, que em 2016 teve uma breve passagem como técnico do Cruzeiro.

- Neste momento não é fácil fazer um resumo de tudo o que aconteceu na Copa do Mundo, especialmente porque ainda não acabou. Só posso lhes dizer sobre nossa participação, que ela terminou hoje. Acabou de uma maneira muito justa, temos que parabenizar o Brasil, porque eles foram melhores - enfatizou.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Paulo Bento voltou a criticar, como fizera na entrevista coletiva de véspera do duelo com o Brasil, o intervalo de 72 horas que teve para treinar a equipe desde a vitória por 2 a 1 sobre Portugal, pela última rodada da fase de grupos.

- Não conseguimos nos preparar como queríamos, e isso tornou tudo muito difícil - afirmou.