Copa do Mundo: Holanda melhora contra o Qatar, mas ainda está longe do ideal para as oitavas


A Holanda garantiu um lugar nas oitavas de final da Copa do Mundo com a vitória sobre o Qatar, por 2 a 0. E a Laranja apresentou boas alternativas na partida, especialmente com Gakpo e De Jong. No entanto, é possível afirmar que a seleção holandesa ainda está longe do ideal para o mata-mata e precisará de um salto na qualidade se quiser sonhar com o título.

INÍCIO COMPLICADO

As duas primeiras partidas da Holanda no Grupo A beiraram o desastre. Mesmo sem perder, a Laranja não apresentou bom futebol e foi amplamente criticada, especialmente pela imprensa local. Van Gaal até tentou promover algumas mudanças, mas a maioria não surtiu efeito.

+ Gakpo elogia atuação da Holanda e despista sobre adversário nas oitavas: 'Não temos preferência'

Entre as principais dificuldades estavam o grande espaço concedido pelos zagueiros, além dos problemas na saída de bola. Os volantes estiveram sobrecarregados ao longo de toda a fase de grupos, especialmente Frenkie De Jong, destaque da Holanda na Copa do Mundo ao lado de Cody Gakpo.

No entanto, a partida contra o Qatar serviu para animar, mesmo que pouco, a torcida holandesa. A equipe de Van Gaal nunca correu perigo diante dos anfitriões e confirmaram a vaga nas oitavas com gols de seus dois protagonistas. Em números, a Holanda foi bem, mas é importante analisar o que pode ser melhorado.

Holanda x Catar
Holanda x Catar

Frenkie De Jong marcou o segundo gol da Holanda contra o Qatar (Alberto Pizzoli / AFP)

COMO PROSSEGUIR?

Acima de qualquer coisa, a Holanda precisa de mais intensidade quando estiver em campo. Por vezes, especialmente quando tem o resultado nas mãos, a equipe de Van Gaal diminui a marcha e dá espaços ao adversário, que começa a gostar do jogo. Foi assim nesta terça-feira, contra o Qatar, e diante do Equador.

+ Artilheiros da Copa do Mundo 2022: veja lista de jogadores que marcaram

Van Gaal já confirmou que não mudará o esquema com três zagueiros e dois alas, mas parece ter encontrado a zaga titular, com Timbers, Aké e Van Dijk. De Ligt até chegou a estrear, mas não se manteve no time. A posição de 'meia de criação' também parece ter Klaasen como grande nome, já que Gakpo está jogando como atacante, ao lado de Memphis Depay.

Aos poucos, a equipe holandesa vai tomando forma, mas ainda não é possível afirmar que a Laranja teve um 'teste de fogo' na Copa do Mundo. O mata-mata está aí para isso e ele começará neste fim de semana, já com o duelo da Holanda diante do segundo colocado do Grupo B que, no momento, é o Irã.