Copa do Mundo: agenda de jogos do Grupo G, análise dos times e convocados


Nesta quinta-feira, as seleções do Grupo G, dentre eles o Brasil, estrearão na Copa do Mundo Qatar 2022. A chave conta também com Sérvia, primeira rival da Seleção Brasileira, Suíça e Camarões. O LANCE! produziu um guia especial com todas as informações sobre os jogos e os times que irão se enfrentar nas três rodadas desta primeira fase.

VEJA A AGENDA DE JOGOS

Primeira rodada:
Suíça x Camarões - 24/11 (7h)
​Brasil x Sérvia - 24/11 (16h)

Segunda rodada:
Camarões x Sérvia - 28/11 (7h)
Brasil x Suíça - 28/11 (13h)

Terceira rodada:
Camarões x Brasil - 02/12 (16h)
Sérvia x Marrocos - 02/12 (16h)

BRASIL

A Seleção Brasileira chega para a Copa do Mundo apontada como uma das favoritas para conquistar a competição. Diferentemente do Mundial da Rússia, o técnico Tite teve um ciclo completo para fortalecer o time. O grande mérito foi amenizar a "Neymardependência", achando novos protagonistas como Raphinha, Richarlison, Lucas Paquetá e Vin Jr.

Dos 25 convocados, 16 são estreantes em Copa do Mundo. Os caçulas são Rodrygo e Gabriel Martinelli, ambos com 21 anos. O mais velho é Daniel Alves, que tem 39 anos e foi o nome mais constestado na lista do técnico Tite.

CAMPANHA NAS ELIMINATÓRIAS

O Brasil se classificou de forma invicta e com extrema facilidade. Em 17 rodadas, a Seleção Brasileira somou 45 pontos, recorde das Eliminatórias, com 14 vitórias e três empates. Vale destacar que o time não enfrentou a Argentina, partida que foi suspensa por condições sanitárias dos jogadores argentinos, no episódio que ficou conhecido pela entrada dos agentes da Anvisa no gramado da Neo Química Arena.

CONVOCADOS

GOLEIROS: Alisson, Ederson e Weverton

LATERAIS: Daniel Alves, Danilo, Alexsandro e Alex Telles

ZAGUEIROS: Thiago Silva, Marquinhos, Bremer e Éder Militão

MEIO-CAMPISTAS: Casemiro, Fred, Bruno Guimarães, Everton Ribeiro, Fabinho e Lucas Paquetá

ATACANTES: Gabriel Jesus, Neymar, Antony, Martinelli, Pedro, Raphinha, Richarlison, Rodrygo e Vinícius Júnior

TIME-BASE: Alisson; Danilo, Thiago Silva, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Lucas Paquetá e Neymar; Raphinha, Richarlison e Vini Jr.
Técnico: Tite

Neymar - Seleção Brasileira - Brasil (Treino)
Neymar - Seleção Brasileira - Brasil (Treino)

Neymar vai disputar a sua terceira Copa do Mundo (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

SÉRVIA

Eliminado na primeira fase da Copa do Mundo Rússia 2018, a Sérvia evoluiu nos últimos quatro anos, com o crescimento de seus principais jogadores que se consolidaram como protagonistas em seus clubes, como os Mitrovic e Vlahovic, que juntos marcaram 59 gols em 2022 e Tadic, líder de assistências das Eliminatórias Europeias para o Mundial.

A chegada do técnico Dragan Stojkovic, um dos grandes ídolos do futebol sérvio, foi determinante para evolução da equipe, que ficou menos engessada e mais ofensiva.

CAMPANHA NAS ELIMINATÓRIAS

A Sérvia garantiu vaga na Copa do Mundo de forma invicta se classificando em primeiro lugar do Grupo A, que tinha Portugal. A vaga inclusive foi conquistada em Lisboa, com um vitória de virada com gol aos 45 minutos do segundo tempo, de Mitrovic. Em oito jogos, foram seis vitórias e dois empates, 18 gols marcados e nove sofridos.

CONVOCADOS

GOLEIROS: Marko Dmitrovic, Predrag Rajkovic e Vanja Milinkovic-Savic

DEFENSORES: Stefan Mitrovic, Nikola Milenkovic, Strahinja Pavlovic, Milos Veljkovic, Filip Mladenovic, Strahinja Erakovic e Srdan Babic

MEIO-CAMPISTAS: Nemanja Gudelj, Sergej Milinkovic-Savic, Sasa Lukic, Marko Grujic, FIlip Kostic, Uros Racic, Nemanja Maksimovic, Ivan Ilic, Andrija Zivkovic e Darko Lazovic

ATACANTES: Dusan Tadic, Aleksandar Mitrovic, Dusan Vlahovic, FIlip Duricic, Luka Jovic e Nemanja Radonjic

TIME-BASE: Vanja Milinkovic-Savic; Milenkovic, Veljkovic, Pavlovic; Zivkovic, Gudelj (Lucic), Sergej Milinkovic-Savic, Kostic; Tadic; Mitrovic, Vlahovic.
Técnico: Dragan Stojkovic

Mitrovic e Vlahovic - Sérvia
Mitrovic e Vlahovic - Sérvia

Vlahovic e Mitrovic são as esperanças de gols da Sérvia (Foto: Divulgação/Sérvia)

SUÍÇA

Os suíços querem repetir o feito da Copa da Rússia, quando avançou em segundo do grupo, que contava com o Brasil e também a Sérvia. No entanto, o elenco chega mais envelhecido, despontando como terceira força da chave. No entanto, vale ficar de olho em nomes como Yan Sommer, Ricardo Rodríguez, Xhaka, Embolo, Seferovic e Shaqiri são jogadores importantes e com experiência internacional, características fundamentais em um Mundial.

CAMPANHAS NAS ELIMINATÓRIAS

A Suíça se classificou invicta e em primeiro lugar do Grupo C, com cinco vitórias e três empates, terminando à frente da Itália, que ficou fora da Copa do Mundo após disputar a repescagem. Os suíços estão consolidados no futebol europeu, obtendo vaga nos últimos cinco Mundiais.

CONVOCADOS

GOLEIROS: Yann Sommer, Gregor Kobel, Philipp Köhn e Jonas Omlin

DEFENSORES: Manuel Akanji, Fabian Schar, Ricardo Rodriguez, Nico Elvedi, Silvan Widmer e Eray Cömert

MEIO-CAMPISTAS: Granit Xhaka, Xherdan Shaqiri, Remo Freuler, Denis Zakaria, Djibril Sow, Ruben Vargas, Fabian Rieder, Ardon Jashari, Fabian Frei, Edimilson Fernandes, Christian Fassnacht e Michel Aebischer

ATACANTES: Breel Embolo, Noah Okafor, Haris Seferovic e Renato Steffen

TIME-BASE: Sommer; Widmer, Akanji, Schär, Ricardo Rodriguez (Cömert); Xhaka, Zakaria, Sow; Shaqiri, Embolo, Vargas.
Técnico: Murat Yakin

Shaqiri - Suíça
Shaqiri - Suíça

Shaqiri é um dos jogadores que enfrentaram o Brasil na Copa da Rússia (Foto: FABRICE COFFRINI / AFP)

CAMARÕES

Os africanos chegam como grande azarão do Grupo G, principalmente após os amistosos de preparação para a Copa do Mundo. Em quatro jogos, Camarões perdeu para Uzbequistão e Coreia do Sul, e empatou com Jamaica e Panamá, seleções bem inferiores aos rivais do Mundial. O goleiro Onana, da Inter de Milão, o atacante Choupo-Moting, do Bayern de Munique e o meio-campista Anguissa, do Napoli.

CAMPANHAS NAS ELIMINATÓRIAS

Na primeira fase, Camarões avançou no Grupo D, que contava com Malawi, Moçambique e Costa do Marfim, que liderava até a última rodada, que teve o confronto direto entre as equipes, vencido pelos camaroneses.

No mata-mata decisivo, Camarões se classificou de forma dramática, ao vencer a Argélia, por 2 a 1, com um marcado nos acréscimos do segundo tempo da prorrogação.

CONVOCADOS

GOLEIROS: André Onana, Devis Epassy, Simon Ngapandouetnbu

DEFENSORES: Jean-Charles Castelletto, Enzo Ebosse, Collins Faï, Olivier Mbaizo, Nouhou Tolo, Nicolas Nkoulou, Christopher Wooh, Darlin Hongla

MEIO-CAMPISTAS: Olivier Ntcham, Gael Ondoa, Pierre Kunde, Samuel Oum Gouet, André-Frank Zambo Anguissa, Jerome Ngom Mbekeli

ATACANTES: Moumi Ngamaleu, Christian Bassogog, Bryan Mbeumo, Georges-Kévin Nkoudou, Jean-Pierre Nsame, Vincent Aboubakar, Karl Toko-Ekambi, Eric-Maxim Choupo Moting, Souaibou Marou

TIME-BASE: Onana; Fai, Castelletto, N'Koulou, Nouhou Tolo; Hongla, Zambo-Anguissa, Ntcham (Kunde); Mbeumo, Aboubakar, Choupo-Moting
Técnico: Rigobert Song

Seleção de Camarões
Seleção de Camarões

Camarões é apontada como a 4ª força do grupo (Foto: ISSOUF SANOGO / AFP)