Copa homenageia Maradona nos dois anos da morte do argentino

***ARQUIVO***BUENOS AIRES, ARGENTINA, 30.11.2020 - Fãs de Diego Maradona prestam homenagem ao ex-jogador em Buenos Aires, na Argentina. (Foto: Alexsandro Sabino/Folhapress)
***ARQUIVO***BUENOS AIRES, ARGENTINA, 30.11.2020 - Fãs de Diego Maradona prestam homenagem ao ex-jogador em Buenos Aires, na Argentina. (Foto: Alexsandro Sabino/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os dois anos da morte do ídolo argentino Diego Maradona foi lembrado nesta sexta-feira (25) em Doha, no Qatar, com membros da Fifa e ex-jogadores argentinos campeões das Copas de 1978 e 1986.

Maradona morreu no dia 25 de novembro de 2020, vítima de uma parada cardiorrespiratória, em Tigre, na região de Buenos Aires.

No evento, organizado pela Conmebol, foi plantada uma árvore simbólica chamada Árvore dos Sonhos. Também foi colocada no local uma estátua de Maradona segurando uma réplica da Copa do Mundo.

Estiveram presentes os ex-jogadores Sergio Batista, Jorge Valdano, Oscar Ruggeri, Jorge Burruchaga, Ricardo Bochini, Nery Pumpido, Ricardo Giusti e Héctor Enrique, que foram companheiros de Maradona no Mundial de 1986, e Fillol, Tarantini, Villa, Bertoni, Larrosa e Mario Kempes, campeões da Copa de 1978.

Gianni Infantino, presidente da Fifa, sugeriu que em futuras Copas do Mundo possa haver um dia para lembrar Maradona.

Um mural também foi montado em Doha, que foi assinado por torcedores.

Maradona disputou as Copas de 1982, 1986, 1990 e 1994. Foram 21 jogos e oito gols marcados. Em 2010 foi o técnico da Argentina na Copa da África do Sul, sendo eliminado nas quartas de final.

Maradona também foi homenageado nas redes sociais por Boca Juniors, Argentinos Jrs. e Napoli, clubes em que craque fez história.