Copa do Catar é a última de Modric e Neymar? Veja o que os craques de Brasil e Croácia já disseram sobre isso

Neymar e Luka Modric estarão frente a frente nesta sexta-feira, em Brasil x Croácia, pelas quartas de final da Copa do Mundo do Catar, carregando uma dúvida semelhante: o futuro em suas seleções. Quem perder dá adeus ao torneio, que pode ser o último dos dois vestindo a camisa de seus países.

Antes do Mundial, os camisas 10 do Brasil e da Croácia deram declarações sugerindo que a Copa do Catar será a última de cada um. Mas há quem pense - e diga em alto e bom som - o contrário. Confira a seguir o que Neymar e Modric já falaram sobre os próximos passos pós-Copa do Mundo.

Modric

Com 37 anos, o craque da Croácia foi citado numa entrevista à Fifa, em outubro, reconhecendo que já tem "uma certa idade" e que a Copa do Mundo teria de ser "a última competição pela seleção croata". Mas colegas de seleção lembraram que Modric disse algo semelhante antes da Copa de 2018, quando a Croácia se sagrou vice-campeã, perdendo a final para a França. E, desde então, o camisa 10 se manteve não só jogando, mas também sendo o capitão e um dos principais nomes da seleção.

Com o Mundial do Catar em andamento, Modric já parece estar repensando sua decisão de aposentadoria: "Não estou muito focado no futuro. Verei por quanto tempo sou capaz de jogar pela seleção, e estou 100% focado no que nos aguarda na Copa. Teremos tempo para refletir no futuro", disse Modric, em declarações reproduzidas nesta quinta-feira pelo portal "Goal.com".

Outro remanescente do vice-campeonato de 2018 e um dos mais experientes desta seleção croata, o zagueiro Lovren afirmou antes da Copa, em entrevista à Fifa, que não acredita em aposentadoria de Modric agora:

-- Em 2018, ele também disse que seria a sua última Copa do Mundo e a sua última Liga dos Campeões, então eu acredito que ele tem muito mais a oferecer à seleção e ao futebol europeu. Todos nós sabemos o tipo de jogador que ele é, ele dispensa apresentações. É ótimo ver que, mesmo com 36 anos, quase 37, ele ainda vive para o futebol e faz o melhor de si -- disse Lovren.

O treinador da seleção da Croácia, Zlatko Dalic, seguiu a mesma linha às vésperas do Mundial:

-- Conhecendo Modric, esta pode não ser sua última Copa. Nada é impossível para ele.

Neymar

Consideravelmente mais novo do que Modric, com 30 anos, Neymar causou ainda mais surpresa do que o croata ao declarar, ainda em 2021, que pensava na Copa do Catar como sua última:

-- Acho que (o Mundial do Catar) é minha última Copa. Eu encaro como a minha última porque não sei se terei mais condições, de cabeça, de aguentar mais futebol. Então vou fazer de tudo para chegar muito bem, fazer de tudo para ganhar com meu país. Para realizar o meu sonho desde pequeno e espero poder conseguir -- disse o camisa 10 da seleção brasileira ao serviço de streaming DAZN, em outubro do ano passado.

Em entrevista ao ge, concedida em junho deste ano e que foi ao ar em novembro, Neymar voltou a afirmar que a Copa do Catar pode marcar sua despedida da seleção brasileira. Mas não mostrou a mesma convicção:

-- Eu vou jogar como se fosse a última. Falo com o meu pai, a gente sempre conversa, jogar cada jogo como se fosse o último porque você não sabe o dia de amanhã. Eu não posso te garantir que vou jogar outra Copa ou que vou... Eu sinceramente não sei. Vou jogar como se fosse a última. Pode ser que eu jogue outra, pode ser que não - declarou Neymar nesta entrevista mais recente.

Durante a Copa, o técnico Tite afirmou categoricamente, em entrevista coletiva, que ainda vê Neymar disputando não só uma, mas outras duas Copas:

-- Não é a última Copa do Mundo do Neymar. Eu te afirmo. Respeito muito a manifestação dele, mas não é. Ele vai ter no mínimo mais uma Copa, talvez duas, pelas características dele, pelo físico. Eu garanto uma -- disse Tite, que deixará o comando da seleção após esta Copa.