Copa do Brasil: Com um a menos, Flamengo goleia Grêmio com brilho de contestados

·3 minuto de leitura
Michael e Vitinho comemoram gol do Flamengo (Foto: Pedro H. Tesch/AGIF)

Os humilhados foram exaltados. O que parecia uma noite de pesadelo virou de glória para o Flamengo, que humilhou o Grêmio na reta final, sobretudo, e goleou por 4 a 0, com gols de Bruno Viana, Michael, Rodinei e Vitinho, todos contestados e que fizeram a diferença pela ida das quartas de final da Copa do Brasil, na Arena do Grêmio. O triunfo rubro-negro veio tendo um jogador a menos durante boa parte do confronto - Isla foi expulso num primeiro tempo para esquecer do Fla. Definitivamente, vimos um roteiro inusitado. 

Com a classificação encaminhada para o Flamengo, o jogo da volta será realizado no dia 15 de setembro, no Maracanã. 

Leia também:

FLAMENGO ESCAPOU DO PIOR

O jogo não iniciou no 220 volts, como era esperado pelo peso do confronto, mas logo boas chances foram construídas. Todas pelo Grêmio, superior com a bola no pé diante de um bagunçado sistema defensivo do Fla, que escapou de uma derrota parcial por falta de capricho dos mandantes frente a Diego Alves.

Sob o comando de Felipão, o Grêmio conseguiu tabelas com certa facilidade pelo meio, onde Alison desperdiçou a melhor oportunidade, quando optou pelo bico após trama com Borja, e ainda forçou a expulsão de Isla, ingênuo no mano a mano em dois lances com Ferreirinha, resultando em amarelos.

BAIXAS SIGNIFICATIVAS

Ferreirinha, aliás, só foi acionado por conta de uma lesão muscular de Douglas Costa, na casa dos 30 minutos. A estrela tricolor vinha se destacando nos arranques e aparições pelo lado direito de ataque. E, dez minutos depois, foi o Flamengo que perdeu uma peça essencial: Bruno Henrique, também com dores na coxa. O espetáculo perdeu com dois atacantes decisivos.

AS TAIS PECULIARIDADES DO FUTEBOL

Curiosamente, o Flamengo, com um a menos e duas trocas no intervalo, sendo uma delas Arrascaeta, voltou superior, com domínio da posse de bola. E, confiante tendo um rico arsenal ofensivo, fez blitz para abrir o placar. Outro fator inusitado é que o gol saiu de Bruno Viana, certamente o jogador mais contestado entre as duas torcidas, depois de escanteio e falha de posicionamento do Grêmio, com 7'. Detalhe (para temperar ainda mais essa salada): a bola desviou em Rafinha (!) antes de entrar. E haveria espaço para mais "surpresas".

E VIROU HUMILHAÇÃO...

A partir do gol, o Flamengo seguiu arriscando contragolpes e encontrou espaços que não tinha na etapa inicial. O Grêmio sucumbiu ao plano reativo dos cariocas, que viram Michael ser decisivo em estocadas pontuais. Numa, Everton Ribeiro recebeu livre e perdeu, no último lance antes de Vitinho entrar.

E foi do camisa 11 as assistências primorosas para os gols de Michael e Rodinei. Antes, o Grêmio, com Diego Souza acionado, tentou na base do abafa, mas sem "punch" algum nas tentativas. Pelo contexto, virou humilhação, já que, mesmo em ritmo de treino, deu tempo para um gol no último lance, em pênalti sofrido por Michael (confirmado via VAR). Adivinha quem bateu? Vitinho, um dos principais responsáveis pela virada de chave: 4x0.

Noite dos contestados e de um abalado Tricolor, que ainda viu Vanderson, descontrolado, ser expulso na reta final num assombroso reencontro com Renato Gaúcho.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X FLAMENGO - IDA DAS QUARTAS DA COPA DO BRASIL
Estádio: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data e hora: 25 de agosto de 2021, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (Fifa-SP)
Gramado: bom
Cartões amarelos: Lucas Silva, Ferreirinha (GRE) / Diego, Isla, Gabigol (FLA)
Cartões vermelhos: Vanderson (GRE) / Isla (FLA)

GOLS: Bruno Viana, 7'/2ºT (0-1); Michael, 40'/2ºT (0-2); Rodinei, 45'/2ºT (0-3).

GRÊMIO (Técnico: Luiz Felipe Scolari)
Gabriel Chapecó; Vanderson, Rodrigues, Kannemann e Rafinha; Thiago Santos (Diego Souza, 25'/2ºT), Lucas Silva (Campaz, 13'/2ºT) e Villasanti; Douglas Costa (Ferreirinha, 28'/1ºT), Alisson (Luiz Fernando, 25'/2ºT) e Borja.

FLAMENGO (Técnico: Renato Gaúcho)
Diego Alves; Isla, Bruno Viana, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Willian Arão, Diego (Matheuzinho, intervalo), Arrascaeta (Thiago Maia, intervalo) e Everton Ribeiro (Vitinho, 31'/2ºT); Bruno Henrique (Michael, 41'/1ºT) e Gabigol (Rodinei, 41'/2ºT).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos