Copa América chega a 52 casos de Covid-19 um dia após Ministério da Saúde anunciar 41 contaminados

·1 minuto de leitura


A polêmica realização da Copa América no Brasil segue tendo seus efeitos. Na última segunda-feira, o Ministério da Saúde informou que o torneio envolvia 41 casos de Covid-19. Um dia após o anúncio, mais 11 contaminações foram confirmadas. Ao total, em solo brasileiro, o número de casos relacionados ao torneio salta para 52.
+ Confira a classificação dos grupos da Copa América no Brasil!

Na primeira manifestação da pasta, os dados apontaram que, dos 2927 testes realizados até domingo, as delegações de seleções apresentaram 31 infectados. Os outros 10 são prestadores de serviço contratados pelo evento em Brasília.

Segundo a pasta atualizada emitida pelo Ministério da Saúde, 3.045 testes de RT-PCR foram concluídos até esta terça-feira.

- Foram realizados 3.045 testes de RT-PCR entre jogadores, membros das delegações e prestadores de serviços. Até o momento, 52 casos de Covid-19 foram confirmados, sendo 33 entre jogadores e membros das delegações e 19 prestadores de serviços contratados para o evento. Os casos de prestadores de serviços foram confirmados em Brasília (DF) e no Rio de Janeiro (RJ). A positividade de casos por Covid-19 foi de 1,70% - anunciou.

A nota também afirmou os resultados para análise das variantes da Covid-19 serão divulgados em até duas semanas.

O surto de infecções na Seleção da Venezuela, primeira adversária do Brasil na Copa América, acarretou na mudança de posicionamento da Conmebol. O limite de substituições de convocados previsto anteriormente era de cinco jogadores. Com a alteração, a Venezuela convocou mais 15 atletas para compor o grupo. Foram 13 casos confirmados de Covid-19 somente na equipe de José Peseiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos