Coordenador educativo de refugiados na Grécia é demitido por racismo contra jogador da NBA

AFP
(Arquivo)O jogador de basquete, Giannis Antetokounmpo, durante partida da NBA
(Arquivo)O jogador de basquete, Giannis Antetokounmpo, durante partida da NBA

A ministra da Educação da Grécia, Niki Kerameus, anunciou nesta sexta-feira (24) a demissão de um coordenador responsável pela educação de refugiados que fez comentários racistas contra o jogador de basquete grego de origem nigeriana, Giannis Antetokounmpo, jogador da NBA.

"Condenamos totalmente as mensagens de conteúdo racista e muito ofensivo desse educador. Comportamentos como esse não têm lugar em nosso sistema educacional", explicou a ministra da Educação, no Twitter.

Konstantinos Kalemis, coordenador de Educação para Refugiados no acampamento de Malakassa (ao norte de Atenas), descreveu o atleta como "macaco" em seu Twitter, antes de excluir a mensagem.

Kalemis fazia menção a um documentário no qual o jogador de basquete, nascido na Grécia e filho de pais nigerianos, denunciava o racismo da sociedade grega.

Nesse documentário publicado no site americano "Bleacher Report", o MVP (melhor jogador) da NBA em 2018-2019 declarou que "a Grécia é um país de brancos, no qual a vida de um homem da minha cor de pele pode ser difícil", e que poderia haver "muito racismo" em "vários bairros".

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também