Coordenador da CBF afirma: 'A OMS não entende nada de futebol'

O dirigente Marco Aurélio Cunha, que exerce o cargo de coordenador de seleções femininas da CBF, reagiu de forma negativa sobre as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) nesta terça-feira, que sugeriu que as competições internacionais só deveriam voltar no fim de 2021 por causa da pandemia de coronavírus.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Em entrevista ao "Jogo Aberto", da "Band", Marco Aurélio Cunha mostrou desacordo com a declaração da organização, que segundo ele, "não entende nada de futebol".

Leia também:

- Eu tenho muito respeito pelas organizações de saúde, mas a OMS tem falado cada hora uma coisa diferente. Com certeza a OMS não entende nada de futebol. Já vi o presidente sugerindo retorno progressivo para países que não tem capacidade econômica de se sustentar paralisado - afirmou.

O coordenador da CBF defendeu o retorno progressivo das atividades do futebol no país com portões fechados. Ele reconhece que não é o ideal, mas pelas circunstâncias, é o caminho a ser feito.

- Eu acho que portão fechado é o anticlímax do futebol. Não tem jogo bom de portão fechado. Mas temos que voltar progressivamente, mesmo que seja lamentavelmente com portões fechados - encerrou.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também