Convidado por ex-clube, Luxemburgo é homenageado na China

Ao final de 2015, Vanderlei Luxemburgo foi contratado pelo Tianjin Quanjian, clube da segunda divisão da China. O objetivo era conduzi-lo à elite do futebol do país, um projeto audacioso. O treinador montou um staff de profissionais brasileiros, mas, por divergências à época, o trabalho acabou interrompido no meio do caminho.

Na sequência, a equipe conseguiu o tão sonhado acesso. E justamente por ele ter ajudado nessa reconstrução, o presidente do clube, Shu Yu Hui, fez questão de convidar o treinador a ir à China para assistir à estreia da equipe em seu estádio a seu lado na tribuna, neste sábado (1º).

Vanderlei Luxemburgo na China com presidente do Tianjin 31 03 17


(Foto: Divulgação)

“É com enorme prazer que retorno à China com a minha esposa, a convite do presidente do Tianjin, que ficou meu amigo e é um baita empreendedor, um cara muito respeitado aqui. Desde o ano passado que ele fala que gostaria de me fazer uma homenagem, pela colaboração que dei para colocar o clube na primeira divisão do futebol chinês. E é muito legal esse reconhecimento", disse.

"Ele nos ofereceu um almoço e, depois, viemos para o estádio ver o primeiro jogo do time em seu estádio pelo Campeonato Chinês, contra o Henan Jianye. E o time venceu e se reabilitou na competição. Desejo muita sorte ao Cannavaro", acrescentou.

Realmente, o time hoje comandado pelo italiano Fabio Cannavaro, e que conta com os brasileiros Alexandre Pato e Geuvânio, venceu a primeira na elite do Campeonato Chinês, por 1 a 0, com um gol do zagueiro Yiming após passe de Pato. O Tianjin pula para o sétimo lugar, com quatro pontos, depois de um empate e uma derrota fora de casa.