Contratado sem festa, Willian vira fundamental para o time

DANILO LAVIERI E JOSÉ EDGAR DE MATOS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Contratado sem nenhum alarde no início do ano, Willian Bigode já ganhou o rótulo de jogador fundamental de Eduardo Baptista. Autor de dois dos três gols na heroica virada em cima do Peñarol, ele chegou ao oitavo gol na temporada em 20 jogos disputados com a camisa do Palmeiras.

Mais do que o número de gols, o atacante se destaca em 2017 por marcar em horas importantes. Antes de ser determinante no jogo em Montevidéu, ele já havia ido às redes contra o Peñarol, no jogo em São Paulo, e na virada contra o Santos, na Vila Belmiro.

Nos últimos dois jogos, contra a Ponte Preta e contra o Peñarol, inclusive, Willian só não foi titular do Palmeiras porque não tinha condições físicas. Ele é o principal concorrente para ameaçar a titularidade que parecia incontestável de Miguel Borja, que custou R$ 35 milhões - o colombiano tem quatro gols em 11 jogos.

Eduardo Baptista não cansa de elogiar o desempenho do atacante e sempre ressalta que, taticamente, ele está mais pronto que o colombiano. Em um esquema em que o atleta de frente precisa voltar para marcar, Bigode é considerado pela comissão como um atleta mais pronto.

Ainda no aspecto tático, o técnico indica que o jogador pode atuar em diferentes posições do ataque. Além de ser a referência, ele sabe cumprir um papel de ponta em um 4-3-3 e pode jogar como segundo atacante, como fez quando atuou ao lado de Borja.

Bigode tem caído no gosto do grupo, porque é considerado esforçado e cumpre à risca o que o treinador pede. Sua atitude é bastante valorizada pelos líderes do elenco, como Fernando Prass e Felipe Melo.

No vestiário do estádio do Peñarol, minutos após a virada por 3 a 2, inclusive, Willian foi flagrado pela TV Palmeiras chorando de alegria ao abraçar Felipe Melo. Ele foi um dos que mostrou marcas no rosto após a batalha campal.

"São dez anos de futebol ou mais e eu nunca tinha passado por isso. Foi algo premeditado, mas a gente respondeu na bola", disse ele na última quinta-feira, no desembarque da equipe.