Contrariando expectativas, goleiro Bruno segue em liberdade

Uma das grandes surpresas desta quarta-feira (26) não está dentro das quatro linhas, e sim fora delas. O goleiro Bruno, que havia se comprometido se apresentar para ser reencaminhado para a prisão, ainda está em liberdade.

Tudo isso porque o mandado de prisão ainda não foi expedido no Fórum de Varginha (MG). Durante boa parte do dia, o advogado do goleiro, Lúcio Adolfo, e o diretor do Boa Esporte, Rildo Moraes, estiveram presentes no Fórum da cidade mineira.

De acordo com Lúcio Adolfo, o desejo de Bruno neste momento é de se entregar espontaneamente. Juiz da 1ª Vara Criminal, Oilson Hoffman, criticou a demora para sair o mandado de prisão. No entanto, garantiu que o goleiro será preso.

Bruno Boa Esporte

(Foto: Boa Esporte/Divulgação)

“Tão logo nós tenhamos o registro, o mandado de prisão do senhor Bruno Fernandes, imediatamente nós chamaremos as polícias civil e militar, para o devido cumprimento, apresentação ao médico-legista e em seguida ao presídio de Varginha (...) É uma situação atípica, é uma situação que é raro depararmos com uma situação como essa, tudo vem paulatinamente neste caso pelo fato do senhor Bruno Fernandes ser uma pessoa midiática”, disse Hoffman para o Globoesporte.com.