Contraproposta é bem recebida por Liverpool e Flu espera resposta positiva para fechar com Allan

Joel Silva
LANCE!
No Tricolor Allan afirmou que reencontrou a alegria de jogar futebol (Foto: Mailson Santana/Fluminense)
No Tricolor Allan afirmou que reencontrou a alegria de jogar futebol (Foto: Mailson Santana/Fluminense)


Apesar da forte investida do Atlético-MG, disposto a pagar R$ 12 milhões por Allan, o Fluminense se mantém confiante e otimista de que vai vencer a disputa contra o concorrente mineiro. O Tricolor enviou uma contraproposta ao Liverpool na véspera do ano novo, após o clube ter recusado a primeira oferta. Os ingleses concordaram em negociar de forma parcelada, desde que o valor fosse maior.

O Fluminense então aumentou a quantia e diminuiu o número de parcelas, buscando assim seduzir o Liverpool, que permaneceria com 20% dos direitos econômicos, podendo lucrar em uma futura venda de Allan. A diretoria tricolor ainda não obteve resposta, mas possui a informação de que a proposta foi muito bem recebida pelo clube inglês.

Além de ter melhorado financeiramente a proposta, o Fluminense tem como aliado o próprio Allan, que deseja permanecer no Tricolor, clube no qual ele mesmo declarou ter recuperado a alegria de jogar futebol. A família do volante também manifestou o desejo de permanecer no Rio de Janeiro, principalmente por conta da adaptação na cidade.

Vale destacar que desde que deixou o Internacional a caminho do Liverpool, em 2015, Allan jamais atuou por mais de seis meses em uma equipe. A exceção é o Fluminense na temporada passada. Com apenas 22 anos, o volante já atuou na Finlândia (SJK), Bélgica (Sint-truiden), Alemanha por duas vezes (Hertha Berlin e Eintracht Frankfurt) e Chipre (Apollon Limassol)

Outro importante trunfo é o próprio presidente Mário Bittencourt, que está tratando da situação pessoalmente. O mandatário tricolor está com moral perante ao jogador por ter cumprido todas as promessas feitas desde o início da gestão, recuperando a credibilidade e a confiança de que os salários estarão em dia durante todo o ano de 2020.

Cria do Internacional, Allan foi negociado sem ter atuado profissionalmente no Brasil, situação que ocorreu com as cores do Fluminense. Pelo Tricolor o volante disputou 47 jogos, sendo que em 41 foi titular e não marcou gol.

CAIO HENRIQUE POR UM FIO

Quando se trata do titular da lateral-esquerda de 2019, o Fluminense não possui a mesma confiança pela permanência. Mário Bittencourt também está cuidando da negociação pessoalmente e está se esforçando o máximo que pode, tanto que fez uma contraproposta ao Atlético de Madrid para manter o jogador. No entanto, o destino de Caio Henrique deve ser mesmo o Grêmio.

Além da proposta ser financeiramente melhor, o apelo por disputar as grandes competições é um diferencial do clube gaúcho. Por ter Deco como empresário de Caio Henrique, o Fluminense projetou ter uma certa facilidade, porém essa possibilidade não foi vista nas negociações. Contratado para atuar como volante, o atleta foi improvisado na lateral-esquerda e dominou a posição, se tornando o jogador que mais atuou no futebol brasileiro em 2019, com 69 jogos (quatro foram pela Seleção Olímpica).

















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também