Contra um Palmeiras de estilo antagônico ao de Diniz, Fluminense terá teste de fogo para novo esquema

Fernando Diniz foi anunciado como técnico do Fluminense há oito dias (Mailson Santana/Fluminense FC)


Neste domingo, o Fluminense tem mais um desafio, desta vez pelo Brasileirão. Após vencer na Sul-Americana, o Tricolor enfrenta o Palmeiras, às 16h, no Allianz Parque, pela quarta rodada. À frente do elenco há seis dias, Fernando Diniz tem a missão de superar o retrospecto negativo na casa do Verdão, e também irá colocar à prova seu estilo de jogo, oposto ao do comandante adversário. Desta forma, a partida promete sinalizar o que o treinador pensa para a postura do Flu nos pontos corridos.

Em sua primeira coletiva pós-jogo, Diniz reforçou que mudaria o estilo do Fluminense jogar. Se com Abel Braga a ideia era atuar, muitas vezes, no erro do adversário e não se expor, o novo técnico pensa em um futebol mais propositivo. Na primeira passagem pelo clube, inclusive, o treinador tinha a posse de bola e as transições pelo corredor central como pilares. Na vitória sobre o Junior Barranquilla (COL), contudo, o professor não teve tempo para colocar sua filosofia em prática, mas terá essa oportunidade contra o Palmeiras.

- Eu gosto que o time marque mais adiantado. Se não conseguir, tem que ser solidário e voltar para não sofrermos o gol. Isso não é um erro voluntário do time. Quando estivermos mais organizados, com um pouco mais de tempo, a gente vai sustentar a marcação mais adiantada. O pior no futebol é quando você não marca nem na frente nem atrás como aconteceu algumas vezes no jogo - disse Diniz.

+ Fluminense já sabe prazo para Al-Wasl definir compra de Michel Araújo e analisa reforços

Do lado do Palmeiras, os fundamentos são outros. Abel Ferreira, que comanda a equipe desde 2020, valoriza a construção das jogadas mesmo sem a bola e a recomposição rápida. Além disso, o Palmeiras também tem o melhor setor ofensivo da Série A nesta temporada, fato reconhecido pelo comandante tricolor.

Embora as mudanças sejam graduais, como o próprio Diniz aponta, a resposta tem certa urgência. Até agora, o Tricolor desperdiçou pontos em casa, no empate com o Santos e na derrota para o Inter. Fora de casa, a equipe tem uma vitória sobre o Cuiabá, por causa de um gol contra, e uma derrota para o Coritiba, que arrancou uma virada no Couto Pereira. Com apenas quatro pontos, o Flu estacionou na 14ª classificação do Brasileirão.

Veja a classificação da Série A do Brasileirão

Contudo, ainda que o Fluminense nunca tenha vencido no Allianz Parque, Fernando Diniz conta com o apoio do elenco para driblar o retrospecto. Com a saída de Abel Braga, alguns jogadores pediram o técnico no cargo e foram atendidos. No primeiro duelo, ele foi abraçado pelo time após gol de Luiz Henrique, que concretizou a vitória sobre o Junior Barranquilla (COL). Elogiado por PH Ganso e o Moleque de Xerém, o treinador já chegou com moral entre os comandados, que garantiram uma adaptação rápida ao novo estilo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos