Contra o São Paulo, Flamengo pode repetir escalação pela primeira vez após três meses e 27 jogos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Quando entrar em campo neste domingo, às 16h (de Brasília), para enfrentar o São Paulo no Maracanã, o Flamengo pode viver uma situação atípica nesta temporada. Sem nenhum novo desfalque, o clube rubro-negro tem a oportunidade de repetir a escalação pela primeira vez após três meses e meio.

+ Flamengo x São Paulo: prováveis times, desfalques, onde assistir e palpites

Novamente com todos os titulares à disposição, a tendência é que Renato Gaúcho use força máxima diante do Tricolor Paulista e mande a campo a mesma equipe que teve grande atuação na goleada de 4 a 1 sobre o Defensa y Justicia, na última quarta-feira, pela Libertadores.

Na partida em Brasília, que contou com a presença de 5.518 torcedores, a escalação foi formada por: Diego Alves; Isla, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Willian Arão, Diego, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol. Se não houver surpresa de última hora, são esses mesmos 11 que devem iniciar o jogo neste domingo, no Maracanã.

+ Flamengo joga para findar incômodo jejum contra o São Paulo e por sequência inédita no Brasileiro

Vale lembrar que o Flamengo tem apenas duas baixas para enfrentar o São Paulo: o goleiro César e o volante Piris da Motta. Enquanto o primeiro ainda se recupera de cirurgia no joelho, o segundo realiza tratamento para curar dores no tendão de Aquiles.

Renato Gaúcho e Alexandre Mendes - Flamengo
Renato Gaúcho e Alexandre Mendes - Flamengo

Renato tem força máxima à disposição (Alexandre Vidal/Flamengo)

TRÊS MESES DEPOIS E UMA MUDANÇA

A última vez que o Flamengo conseguiu repetir uma escalação em dois jogos seguidos foi no início da temporada 2021, em 5 e 11 de abril. Na época, Rogério Ceni também tinha força máxima à disposição e escalou o mesmo time nos duelos contra Madureira, pela Taça Guanabara, e Palmeiras, pela Supercopa do Brasil.

A formação nesses dois jogos em questão tinha apenas uma diferença em relação com a atual. Ainda no Rubro-Negro, Gerson ocupava a vaga de Gustavo Henrique entre os 11 iniciais: Diego Alves; Isla, Willian Arão, Rodrigo Caio e Filipe Luís; Diego, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol.

+ Fla na cola do G-4: veja a classificação completa do Brasileirão

Desde então, o Fla disputou 27 partidas e não conseguiu mais repetir a escalação do jogo anterior. Neste período de 105 dias, foram vários os motivos dos desfalques no time titular, desde atletas lesionados e suspensos até os casos de convocados e poupados.

A partida contra o São Paulo é válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro e contará com transmissão em Tempo Real do LANCE!. Com 18 pontos em 10 jogos, o Flamengo ocupa a sexta posição da tabela e busca uma vitória para se aproximar do G-4.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos