Contra o rebaixamento do Vasco, Jorge Salgado prega união; elenco aumenta período de trabalho

LANCE!
·1 minuto de leitura


Diante da atuação que decepcionou e assustou a todos, a derrota para o Fortaleza preocupou. Além de aumentar as chances de rebaixamento, o Vasco mostrou grande fragilidade num momento decisivo da competição. Por tudo isso, dirigentes do Vasco, incluindo o presidente do clube, Jorge Salgado, estiveram no CT do Almirante nesta sexta-feira.

- Estamos todos aqui imbuídos de um só objetivo. A palavra hoje é união, é comprometimento, para alcançarmos nosso objetivo principal. O Vasco hoje é uma unidade. Apresentamos aos atletas nossa proposta de ações até o final do Campeonato Brasileiro em uma conversa muito franca, que foi bem recebida por todos. Todos que quiseram tiveram a palavra, e saio daqui hoje muito satisfeito com o comprometimento de todo o time - afirmou Salgado, ao site oficial do Vasco.

-> Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

A conversa envolveu jogadores e comissão técnica. Ficam definidas modificações na rotina de trabalho dos jogadores. O objetivo é, ao menos para as cerca de duas semanas que restam até o fim da competição, aumentar e otimizar o trabalho desenvolvido. Confira as mudanças, informadas primeiramente pelo site "Ge".

- Não haverá folga até o fim do Campeonato Brasileiro (o time joga com o Internacional neste domingo e com o Corinthians no domingo seguinte).

- Concentração em dias alternados (um dia, o grupo treina e, em seguida, dorme no hotel. No dia seguinte, treino e cada um dorme em sua casa).

- Carga de horário dobrada: os jogadores ficarão nos locais de trabalho pelo dobro do tempo a que estavam acostumados.

- A viagem para o jogo com o Corinthians, assim como foi para o jogo contra o Fortaleza, será adiantada. Todos os os jogadores viajarão, mesmo os lesionados e os suspensos.

- Profissionais responsáveis por diagnósticos clínicos e físicos terão reuniões diárias.