Contra o Ituano, Professor Mancini aplica último 'exame' antes de estreia do Corinthians na Sul-Americana

Fábio Lázaro
·3 minuto de leitura


O Corinthians encerra neste domingo (18) uma maratona de quatro jogos no intervalo de uma semana, mas se engana quem acha que o técnico Vagner Mancini alternou entre os confrontos diante Guarani, Ferroviária, São Bento e, nesta noite, às 22h, contra o Ituano, na Neo Química Arena, pela sexta rodada do Paulistão, os times titular e reserva do Timão.

De acordo com o treinador, os compromissos que sucederam os 16 dias em que o clube do Parque São Jorge ficou sem entrar em campo, devido as políticas de contensão ao avanço da Covid-19 em São Paulo, servem como laboratório para a definição de um plantel titular.

Aos alunos que passarem no teste do professor Mancini, caberão a titularidade na estreia corintiana na Copa Sul-Americana, na próxima quinta-feira (22), contra o River Plate (PAR), no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, pela primeira rodada do Grupo E.

– Não tem ninguém atrás de ninguém, nós sabíamos que teríamos quatro jogos em oito dias, então por isso a escolha de um time fazer dois jogos e o outro também, para que na Sul-Americana a gente escolha o melhor time, o time mais tarimbado para ir lá, jogando fora de casa – afirmou o técnico corintiano e entrevista coletiva virtual concedida após o empate em 1 a 1 contra o São Bento, em Itaquera, nesta sexta-feira (16), pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

– Então eu tenho que respeitar aquilo que foi combinado com todo mundo, nós, não só a minha equipe técnica, a diretoria que participa, os atletas, elaboramos um planejamento, e eles está endo cumprido: o time que jogou domingo, jogaria sexta-feira e o time que jogou na terça-feira jogará no domingo, para depois, sim, avaliando tudo o que os atletas mostraram dentro de campo a gente escolha um time para a Sul-Americana – acrescentou.

>> Confira a tabela do Paulistão e simule os próximos jogos

O comandante do Corinthians entende o fato de que nas partidas contra Bugre e Bentão ternha utilizado uma linha defensiva com Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos pode ter dado a impressão de que as equipes escaladas no último domingo (11) e nesta sexta-feira (16) sejam as ideais, mas contesta.

– O time titular ele vai ser escolhido. Obvio que quando você vê a nossa linha defensiva atuando, gera uma expectativa de que esse seja o time que vai jogar a maior parte dos jogos nesta temporada, mas não é bem assim. Eu mesclei duas equipes, fiz com que duas equipes jogassem no domingo e na terça-feira, e já falei aqui, em outras respostas, que o time vai ser escolhido a partir do início da Sul-Americana. Então, eu não posso te falar quem é titular e quem é reserva, os atletas estão mostrando dentro de campo o que podem fazer e, no momento, para que sejam escolhidos – alertou o profissional.

Ainda que admita que o time titular do Alvinegro será exposto na estreia da Sul-Americana, Mancini deixa claro que esse status não é fixo e pode ser mudado no decorrer da temporada, de acordo com o desempenho dos seus jogadores.

– Eu acho a maneira mais justa de vocês escolher uma equipe, diante daquilo que os atletas estão fazendo dentro de campo, diante da sua produção, para que a gente possa definir o melhor time no momento. Não quer dizer que vai ser o time para a toda temporada, mas nesse momento vamos avaliar, sim, o time desses últimos quatro jogos – esclareceu Vagner Mancini.

A maratona de quatro jogos em uma semana que o Corinthians completa neste domingo (18) será ainda maior. Nas próximas três semanas, o Timão terá dois clássicos, contra Santos e São Paulo, e três compromissos internacionais, diante River Plate (PAR), Peñarol (URU) e Sport Huancayo (PER).

Portanto, caso alguns atletas não passem no exame de Mancini, certamente terão oportunidades de uma recuperação.