Contra o Brasil de Pelotas, Vasco novamente joga mal, mas vira e vence a primeira na Série B

·3 minuto de leitura


Foi sofrido. Foi com emoção. Mas o Vasco venceu o Brasil de Pelotas, de virada, fora de casa, e conquistou o primeiro triunfo na Série B. Mais alívio diante de mais uma partida ruim da equipe. O 2 a 1 teve gols de Ernando contra e, na reta final do segundo tempo, Daniel Amorim e Morato saíram do banco para marcar os gols cruz-maltinos no Estádio Bento Freitas.

Erro e gol xavante
Aos 10 minutos, Galarza escorregou, Welinton arrancou pela direita e cruzou. Na dividida com Ramon, Ernando fez contra. Placar aberto e o Vasco tinha dificuldade. Antes mesmo de conseguir a primeira finalização, Léo Jabá deu um tapa no braço do goleiro, sem necessidade. Sorte que o árbitro ignorou.

Poucas chances vascaínas
Com 24 minutos nasceu a primeira finalização do Vasco. Só que o cabeceio de Cano foi alto e sem força. Facilmente defendido pelo goleiro do Brasil. No contra-ataque, Ricardo Graça salvou com o peito após mais uma trapalhada da defesa visitante. No final do primeiro tempo, outra testada, esta de Jabá, foi mal direcionada. No minuto seguinte, Gabriel Pec chutou forte, mas o goleiro defendeu.

Brasil de Pelotas x Vasco
Brasil de Pelotas x Vasco

Galarza não fez boa partida (Foto: Carlos Insaurriaga/Brasil de Pelotas)

Tentativas arriscadas
Para a segunda etapa, o Vasco voltou com duas alterações e pressionando mais a saída de bola xavante. Só que o contragolpe do time da casa assustava. Em duas chances houve perigo a Vanderlei. Aos 20 minutos, porém, uma grande chance. Léo Jabá tabelou pela esquerda, foi ao fundo e cruzou rasteiro. Ernando, porém, finalizou por cima. Ele estava na linha da pequena área. No lance seguinte, Ricardo Graça falhou, o cruzamento achou Ramon, mas o cabeceio foi para fora.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Salvação que vem do banco
Até que em três minutos, após longa, porém improdutiva pressão, o Vasco empatou e virou a partida: aos 34 minutos, após cobrança de escanteio, Ricardo Graça escorou e Daniel Amorim mandou para a rede. Aos 37, Morato aproveitou cruzamento de Marquinhos Gabriel e também tirou do goleiro. Ambos haviam entrado pouco antes. Salvação que saiu do banco para o Vasco conquistar a primeira vitória na Série B. Houve confusão entre as comissões técnicas após o apito final.

FICHA TÉCNICA
BRASIL DE PELOTAS 1 X 2 VASCO


Estádio: Bento Freitas, em Pelotas (RS)
Data e hora: 12 de junho de 2021, às 19h
Árbitro: Paulo Henrique Schleich Vollkopf (MS)
Assistentes: Leandro dos Santos Ruberdo (MS) e Cicero Alessandro de Souza (MS)

Cartões amarelo: Marcelo, Bruno Matias, Ícaro, Gabriel Terra e Matheus Nogueira (BRA); Michel, Léo Jabá e Romulo (VAS)
Cartão vermelho: Não houve.

Gols: Ernando, contra, aos 10'/1ºT (1-0); Daniel Amorim, aos 34'/2ºT(1-1) e Morato, aos 37'/2ºT (1-2)

BRASIL DE PELOTAS: Matheus Nogueira; Vidal, Leandro Camilo, Ícaro e Arthur; Rômulo, Bruno Matias (Héverton, 28'/2ºT) e Gabriel Terra (Gabriel Pierini, 28'/2ºT); Luiz Fernando (Fabrício, 30'/1ºT), Ramon (Cristian, 36'/2ºT) e Welinton (Matheuzinho, 36'/2ºT) - Técnico: Cláudio Tencati.

VASCO: Vanderlei, Léo Matos, Ernando, Ricardo Graça e Michel (Riquelme, intervalo); Romulo e Galarza (Juninho, intervalo); Gabriel Pec (Morato, 35'/2ºT), Marquinhos Gabriel e Léo Jabá (Daniel Amorim, 24'/2ºT); Cano (Andrey, 41'/2ºT) - Técnico: Marcelo Cabo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos