Conte, técnico da seleção italiana, sugere adiamento da Eurocopa para 2021

AFP
O técnico Roberto Mancini resgatou a seleção da Itália após o fracasso nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018
O técnico Roberto Mancini resgatou a seleção da Itália após o fracasso nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018

O técnico da seleção italiana, Roberto Mancini, garantiu neste domingo que está pronto para um adiamento da Eurocopa deste ano para 2021 como resultado da pandemia causada pelo novo coronavírus.

"Poderíamos vencer a Euro neste verão, podemos vencê-la em 2021", disse Mancini à rede de televisão pública Rai Sport.

"Vamos esperar para ver o que a Uefa decide, mas vamos nos adaptar a qualquer coisa; agora a prioridade é salvar vidas", acrescentou.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A Uefa se reunirá na terça-feira para discutir o que fazer com todos os campeonatos nacionais e competições continentais, interrompidos pela nova pandemia de coronavírus, assim como o que fazer em relação à Eurocopa, programada para ser realizada de 12 de junho a 12 de julho.

De acordo com a programação, a Itália deve sediar o jogo de abertura do torneio, em Roma, em uma competição a ser realizada em 12 cidades do continente.

Todo o esporte no país foi paralisado até o dia 3 de abril.

A Itália registrou 368 novas mortes relacionadas ao coronavírus em 24 horas, elevando o número de óbitos para 1.809 no país, o mais castigado na Europa, com mais de 24.000 afetados, de acordo com um balanço publicado neste domingo pela Defesa Civil.

O ex-técnico do Manchester City e da Inter de Milão alertou que os problemas que a Itália está enfrentando atualmente devido ao Covid-19 "serão os mesmos que outros países terão em breve" devido à rápida disseminação do vírus.

"A primeira coisa que precisamos é proteger a saúde das pessoas, temos que esperar pelo pico (de pessoas afetadas), então a situação começará a se acalmar e poderemos começar a conversar e decidir sobre tudo mais tarde", acrescentou Mancini.

"Quando voltarmos à nossa vida normal, ao futebol, seremos mais felizes, encontraremos liberdade novamente, poderemos assistir aos jogos nos estádios novamente, para nos divertir", disse o ex-jogador de 55 anos.

A Itália se classificou para a Euro 2020 após o vexame de ficar de fora da Copa do Mundo de 2018.

A 'Azzurra' buscará seu segundo título continental, depois de conquistá-lo em 1968.

Leia também