Conselho do Santos aprova projeto de funding de torcedores

·1 minuto de leitura


Com 89% dos votos, o Conselho Deliberativo do Santos aprovou em reunião na noite desta quinta-feira a proposta de criação de um "funding" de torcedores e investidores santistas com o propósito de avalizar empréstimos bancários ao clube.

O projeto foi anunciado pelo presidente Andrés Rueda na entrevista coletiva dos 100 dias de gestão. A ideia é concentrar os investimentos milionários de torcedores santistas em um determinado banco e utilizar o valor captado como garantia para que o mesmo banco faça empréstimos em condições especiais ao Santos.

-O clube precisa de caixa. Com o que está previsto para receber vai ser muito difícil para a gente segurar os acordos feitos e os pagamentos. Empréstimo o clube não tem garantia para dar. O empréstimo do BMG é 15%, é inviável pagar isso. Então, a gente reuniu um grupo de empresários abastecidos e o que a gente quer. Que eles depositem um dinheiro no banco, o dinheiro é dele, fica aplicado, e ele garante um empréstimo subsidiado ao Santos. Como o dinheiro vai ficar aplicado no banco, fica bloqueado, o banco tem garantia de que, se o Santos não pagar, o dinheiro tá em casa. Com isso o banco consegue fazer empréstimo para o clube com juros bem baixinhos. Estamos tentando reunir um grupo de empresários santistas nesse modelo para arrumar um funding para o clube tocar suas dívidas, equacionar. Com, juros baixo, eu pago dívidas de juros altos - explicou o presidente na coletiva dos 100 dias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos