Conselho reprova emenda que visava proibir participação nos poderes do Flamengo durante processo eleitoral

Hoje, Marcos Braz ocupa o cargo de vereador no município do Rio de Janeiro (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)


Na noite da última segunda-feira, o Conselho Deliberativo do Flamengo reprovou uma emenda ao estatuto que visava proibir a participação de sócios integrantes de algum dos poderes do clube durante o processo eleitoral. Dessa forma, um dirigente, por exemplo, pode concorrer a cargos públicos.

> Veja 15 atacantes que poderão mudar de clube em julho na Europa

Cabe destacar que a votação para a rejeição dessa proposta foi a seguinte: 160 votos contra, e 110 a favor.

Hoje, o VP de futebol do Flamengo, Marcos Braz, também ocupa o cargo de vereador no município do Rio de Janeiro. Nesse sentido, como a emenda em questão foi rejeitada, ele poderá, caso queira, concorrer a um cargo nacional.

Na reunião, outro ponto definido foi a inclusão da categoria de sócios chamada "Off-Rio" (que mora longe do Rio de Janeiro). No entanto, ela terá uma limitação de apenas mil associados.

Por fim, o presidente Rodolfo Landim estava presente na reunião do Conselho e defendeu o trabalho realizado pelo departamento médico, que tem sofrido com muitas críticas da torcida, sobretudo a partir do último ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos