Conselho Deliberativo do Vasco aprova orçamento e projeta receita bruta de R$ 365 milhões para 2021

LANCE!
·1 minuto de leitura


Em encontro virtual realizado na noite desta segunda-feira, o Conselho Deliberativo do Vasco aprovou o orçamento para o ano de 2021. A reunião, que contou com a presença de cerca de 100 conselheiros, foi conduzida pelo vice-presidente do Conselho, Sergio Romay, devido à ausência de Roberto Monteiro, cujo pai faleceu neste domingo.

+ Olho no mercado: veja 20 jogadores que poderão ser contratados de graça a partir de 2021

Elaborado pela gestão de Alexandre Campello, o orçamento prevê R$ 365 milhões de receita bruta, sendo R$ 342 milhões líquida. Já a previsão de superávit é de R$ 139 milhões.

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro e simule os resultados

Entre as principais fontes de receita, destacam-se os direitos de transmissão (R$ 152 milhões), venda de direitos federativos (R$ 82 milhões), sócio torcedor (R$32 milhões), mecanismo de solidariedade (R$ 25 milhões), e patrocínios, publicidade e royalties (R$ 24 milhões).