Conselheiros do Vasco reprovam reajuste de mensalidade para sócios

Presidente Jorge Salgado (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)


O Conselho Deliberativo do Vasco rejeitou, na noite desta quinta-feira, a proposta para aumentar a mensalidade dos sócios.

No total 164 conselheiros estavam na reunião. 102 votaram "não" e 37 votaram "sim". Além disso, houve 15 abstenções.

O presidente Jorge Salgado propôs que as mensalidades aumentassem em 71% (de R$ 70 para R$ 120) para o sócio-geral e 50% (de R$ 80 para R$ 120) para o sócio-estatutário. A categoria de sócio-torcedor não foi pautada na votação.

Dos conselheiros que votaram "não" estão João Marcos Amorim, presidente do Conselho Fiscal; Vitor Roma, ex-VP de Marketing; Maurício Corrêa, ex-VP de Comunicação; e Luis Aragão, ex-VP de Integridade, que fazem parte da própria base de Salgado.

Nas redes sociais, um dos principais opositores do atual presidente, Leven Siano, comemorou a decisão. Para o advogado, a reprovação mantém a integridade do quadro social.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.