Conor x Mayweather! Campeão do UFC propõe misturar MMA e boxe em mega evento

Demetrious Johnson enfrentará Wilson Reis no UFC Kansas - Diego Ribas

Apesar da falta de destaque entre os fãs de artes marciais, Demetrious Johnson está prestes a igualar o recorde de defesas de cinturão do Ultimate, que atualmente é de dez vitórias seguidas e pertence a Anderson Silva. Mas para chegar a esta marca ele terá que passar pelo também brasileiro Wilson Reis no dia 15 de abril, nos Estados Unidos. E confiante de que levará a melhor mais uma vez, ‘DJ’ já pensa no desafio seguinte, quando se ofereceu para quebrar a marca do Spider em um evento misto entre boxe e MMA.

Para completar o pedido nada convencional, Demetrious foi além e aproveitou para sugerir os nomes que deveriam fazer parte do card principal do evento. O americano foi humilde ao garantir que se contentaria caso sua luta fosse apenas a terceira mais importante do show, mas isso apenas se Conor McGregor, campeão dos leves (70 kg) na organização, e Floyd Mayweather, ex-pugilista multicampeão aposentado, fizessem o combate principal.

“Procuro me concentrar na próxima luta, em estar com saúde [em vez de pensar na quebra do recorde de defesas de cinturão]. Não fico focado nisso, mas algumas estrelas estarão voltando no outono, então espero voltar e ajudar esses caras e fazerem um card que venda bastante pay-per-view. Diria que Conor [McGregor] enfrentando [Floyd] Mayweather na luta principal de um evento na FOX, que também teria GSP [St-Pierre] enfrentando Michael Bisping. Eu poderia vir logo abaixo deles, isso seria o cenário perfeito, e em Las Vegas, na T-Mobile Arena. É isso que eu adoraria ter”, propôs em entrevista ao programa ‘The MMA Hour’ nesta segunda-feira (13).

O evento sugerido por Demetrious está longe de se tornar realidade, visto que nem a realização do combate entre Conor McGregor é Mayweather é uma certeza no mundo das artes marciais. Mas apesar de já pensar na quebra de recordes, o americano garantiu que sua prioridade é a próxima luta, e indicou que não ficou surpreso com a decisão do Ultimate em colocar Wilson Reis, atual quarto colocado na divisão, como desafiante.

“Não, de jeito nenhum [fiquei surpreso pela fato do Wilson ser o próximo desafiante]. Nós teríamos lutado em julho, 30 de julho, mas eu me lesionei. Quero lutar com todos, e foi ele que eles [Ultimate] me ofereceram. Eu disse: ‘Yeah, com certeza’, bem assim. Sou um atleta de MMA e disse sim, o verão está aí”, relatou o campeão.

Demetrious Johnson é o atual primeiro colocado do ranking peso-por-peso do Ultimate e é o único campeão dos galos na história da organização. Invicto há 12 lutas, desde que perdeu para Dominick Cruz em 2011, ‘DJ’ fez questão de minimizar o desafio feito por Ray Borg, atleta que venceu Jussier ‘Formiga’ no UFC Fortaleza, realizado no último sábado, e ressaltou a importância de continuar focado e manter a humildade caso queira permanecer com o cinturão.

“Eu não pude assistir a luta, estava no aniversário do meu pai. Era aniversário do meu pai, mas ouvi que ele [Ray Borg] venceu a luta. Não [me incomodo com o desafio], você não pode se preocupar com o que os outros caras estão dizendo, sou um atleta. Será mais um cara vindo, mas sou o campeão há muito tempo, e enfrento os melhores dos melhores a divisão, duas vezes, de uma ponta à outra. Não me incomodo com isso, e sim comigo mesmo, em estar saudável e focado. Sei que esse cara virá e tentará chutar a minha bunda, e você precisar ser humilde e continuar treinando”, completou.