Conmebol vai distribuir mais de 244 milhões de dólares em premiações em 2022

·3 min de leitura
Jogadores do Palmeiras comemoram a conquista do título da Copa Libertadores (AFP/Juan Mabromata)

A Conmebol vai distribuir mais de 244 milhões de dólares entre seus associados em 2022, 15 milhões a mais que neste ano, anunciou seu presidente, Alejandro Domínguez, nesta segunda-feira, antes do sorteio da primeira fase das Copas Libertadores e Sul-Americana do próximo ano.

"O montante global aumentará 15.100.000 dólares, passando de 229.260.000 distribuídos em 2021 para 44.360.000 em 2022”, revelou Domínguez durante a transmissão virtual do sorteio dos torneios continentais de clubes.

O campeão da Libertadores de 2022 receberá 16 milhões de dólares, um aumento de 1 milhão em relação ao que o Palmeiras obteve ao conquistar o título em 2021.

Este valor se soma ao que a equipe vencedora acumula ao passar pelas diferentes fases da competição, um valor total que chega a 25.050.000 dólares.

Por outro lado, também haverá melhorias nos valores concedidos na primeira fase (fixados em 400 mil dólares), segunda fase (500 mil) e na terceira fase (600 mil) da Libertadores.

O Fluminense estreia na segunda fase da Libertadores contra o terceiro representante da Colômbia - Deportivo Cali ou Millonarios - enquanto o América-MG terá pela frente o paraguaio Guaraní, de acordo com o sorteio da fase preliminar do torneio, realizado nesta segunda-feira na sede da Conmebol em Luque, nos arredores de Assunção, no Paraguai.

A final da Copa Libertadores de 2022 será disputada no Estádio Monumental de Guayaquil, casa do Barcelona do Equador, no dia 29 de outubro.

- Sul-Americana também tem aumento da premiação -

O presidente Domínguez lembrou ainda que o campeão da Copa Sul-Americana de 2022 receberá 5 milhões de dólares, um milhão a mais em relação ao prêmio conquistado pelo vencedor da edição de 2021, o Atlético-PR.

O duelo entre Independiente Medellín e América de Cali é o de maior destaque da primeira fase da Copa Sul-Americana de 2022, cuja final será disputada no estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, no dia 1º de outubro.

Na primeira fase, times do mesmo país da Colômbia, Chile, Equador, Paraguai, Bolívia, Peru, Uruguai e Venezuela se enfrentam.

Duas equipes de cada um desses países irão para a fase de grupos, na qual se juntarão aos seis representantes do Brasil e da Argentina e aos quatro que forem eliminados na terceira fase preliminar da Copa Libertadores da América.

Por outro lado, a premiação da Recopa Sul-Americana-2022 - que coloca frente a frente o vencedor da Libertadores e o da Sul-Americana de 2021 - também vai aumentar, ficando em 1.600.000 dólares para o vencedor e 800.000 para o perdedor.

Por fim, Domínguez qualificou de "histórico" o prêmio estabelecido para o time campeão da Copa Libertadores feminina do próximo ano: 1.500.000 dólares, enquanto o segundo colocado ficará com 500.000 dólares.

"Queremos promover o futebol em todas as suas modalidades e em ambos os gêneros. E devolvendo ao futebol o que é futebol, também vamos recuperar a nossa identidade. É assim que voltamos a conquistar o mundo, a nível de clubes e de seleções", afirmou Domínguez.

hro/ma/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos