Conmebol divulga Palmeiras x Defensa y Justicia com Andrés Cunha no comando da arbitragem

·1 minuto de leitura


O Palmeiras, já garantido na primeira posição do Grupo A da Libertadores, enfrenta, na próxima terça-feira (18), o Defensa y Justícia. O confronto terá a arbitragem de Andrés Cunha, do Uruguai.


>> ATUAÇÕES: Rony e Luiz Adriano entram para decidir vaga ao Palmeiras
>> Confira a tabela da Libertadores e faça sua simulação

O árbitro ostenta, desde 2013, o escudo da FIFA em seu uniforme e já foi responsável pelo apito em três confrontos do Verdão, sendo estes as vitórias contra o Libertad (Copa Antel) e o Colo-Colo, em 2016 e 2018, respectivamente, e o empate por 1 a 1 no Allianz Parque contra o Boca Juniors, em 2018.

Seus assistentes serão os conterrâneos Richard Trinidad e Nicolas Taran, o quarto árbitro será Andres Matonte e o paraguaio Ubaldo Aquino fica no encargo do VAR, que, na primeira fase da competição, serve apenas para dar um feedback à equipe de arbitragem e não possui efeito prático no jogo.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Andrés Cunha apitou a eliminação do Brasil na Copa América Centenário, em 2016, validando um gol de mão do Peru que acabou com o sonho de título da seleção pentacampeã mundial.

O confronto entre Palmeiras e Defensa y Justicia, pela Libertadores, está marcado para a próxima terça-feira (18), às 19h15 (horário de Brasília), no Allianz Parque.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos