Conheça o refugiado que vai defender a Austrália na Copa

Refugiado Garang Kuol é uma das promessas da Austrália na Copa do Mundo do Catar. Foto:Ryan Pierse - FIFA/FIFA via Getty Images
Refugiado Garang Kuol é uma das promessas da Austrália na Copa do Mundo do Catar. Foto:Ryan Pierse - FIFA/FIFA via Getty Images

A Copa do Mundo do Catar tem jovens que muitos vão ficar de olho. Jogadores nascidos em 2004 como o alemão Youssoufa Moukoko, que vai atingir a maioridade no dia da abertura da competição. Outros jovens que podem dar o que falar são Bennette (Costa Rica), Gavi (Espanha), El Khannous (Marrocos), Fatawu (Gana) e Garang Kuol (Austrália) que almeja ser uma estrela.

"Em momentos-chave ele é letal e tem um gol. Ele é um talento especial", disse seu técnico Nick Montgomery. O atacante do Central Coast Mariners, que estreou pelo clube aos 17 anos, marcando aos sete minutos contra o Apia Leichhardt na Copa FFA, mal disputou 17 jogos com seu clube, todos eles saindo do banco. Isso não o impediu de entrar para a seleção australiana de 26 jogadores para a Copa do Mundo, depois de jogar apenas uma partida contra a Nova Zelândia em setembro.

Leia também:

"Ele mostrou que pode mudar os jogos. Garang não tem medo e só quer entreter. É emocionante que um garoto de 18 anos, que veio do nada, faça uma jornada para a Copa do Mundo e possa brilhar”, avisou o selecionador Graham Anorld.

Kuol não passou despercebido pela sua equipa nem pelos 'grandes' da Europa. Antes de disputar a Copa do Mundo, o Newcastle já acertou com o jogador que vai estrear no clube inglês em janeiro de 2023.

"É surreal. A Premier é a liga que todas as crianças assistem na Austrália, mas ninguém pensa em chegar tão cedo. É incrível", confessou Kuol após sendo apresentado no St James 'Park em setembro.

Eddie Howe, técnico do Newcastle, descreveu as qualidades de seu próximo '9'. "Ele é um jovem jogador com grande potencial. Você tem que ter paciência, ele vai sair por empréstimo, aprender e crescer para desempenhar um papel importante no nosso futuro. Ele fez um progresso enorme. Ele é muito afiado, rápido e tem um bom remate", explicou o treinador.

Kuol saiu de um campo de refugiados para se tornar uma estrela

A guerra civil no Sudão do Sul fez com que seus pais deixassem o país e se instalassem em um campo de refugiados no Egito. Kuol nasceu lá, parte de uma família de seis irmãos que imigraram para a Austrália quando ele tinha seis anos para se estabelecer como refugiados em Shepparton, 181 quilômetros ao norte de Melbourne.

O atacante, irmão de Alou Kuol, atual jogador do Stuttgart que também jogou antes dele no Goulburn Valley Suns, na CCM Academy e no Central Coast Mariners, cresceu no estado de Victoria. A repercussão de Garang foi maior: já estreou com os 'socceroos'.